ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

imagem
Revista PORT.COM • 29-Mai-2017
Neurociências saúdam descoberta de Egas Moniz que permite reverter AVC



A relevância da descoberta da angiografia cerebral em 1927, por Egas Moniz, faz com que a SPNR lhe dedique a primeira edição da "Brain Week" (Semana do Cérebro), que entre os dias 31 de maio e 06 de junho vai fazer de Aveiro, região onde o cientista nasceu, a "capital das neurociências", com a participação de vários peritos nacionais e internacionais, que se vão desdobrar por Estarreja, Aveiro e Santa Maria da Feira.

A cada duas horas morrem três pessoas em Portugal por AVC, que é revertível graças à angiografia cerebral descoberta por Egas Moniz em 1927, diz o secretário-geral da Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia (SPNR) que lhe dedica a primeira 'Brain Week'.

Basta que nas primeiras seis horas de manifestação dos sintomas o doente seja encaminhado para o hospital certo, diz o secretário-geral da SPNR, Pedro Melo Freitas, que aconselha a ser acionado sempre o 112.

"O 112 está predestinado a levar o doente para o sítio certo. Se um familiar leva o doente pelos seus próprios meios para um hospital que não dispõe desse tratamento, estão a ser consumidas horas que podem tornar irrecuperável ou levar à morte", explica.

Além da temática do AVC (acidente vascular cerebral), com ações para sensibilizar a população para os primeiros sinais de alerta e a possibilidade de tratamento em fase aguda, o encontro científico centrar-se-á também na esclerose múltipla, de que se assinala o dia mundial na data de abertura.

O Congresso Nacional de Neurorradiologia, que decorre nos dias subsequentes, conta com a participação de Alex Rovina, presidente da Sociedade Europeia de Neurorradiologia e perito em esclerose múltipla.

Nesse congresso deverão ser estabelecidos consensos para produzir um documento com vista a uniformizar os critérios de diagnóstico imagiológico e os protocolos terapêuticos.

Durante a "Semana do Cérebro e da Neuroradiologia", que vai decorrer em Estarreja, Aveiro e Santa Maria da Feira, repartem-se pelas três cidades várias conferências que terão como palestrantes especialistas nacionais e internacionais na área das Neurociências, nomeadamente da Neurocirurgia, Psiquiatria, Neurologia e Neurorradiologia, contando com o patrocínio científico da Ordem dos Médicos e de instituições de ensino superior com formação ou investigação em Medicina e Ciências da Saúde.

Em homenagem a Egas Moniz, será entregue um "Prémio de Carreira e Tributo à Neurorradiologia" em seu nome e serão apresentados dois livros, resultantes do trabalho conjunto da SPNR com a Casa Museu Egas Moniz: um bilingue, "The legacy of Egas Moniz in present-day Neuroradiology - a global perspective, 90 years after the first cerebral angiography" e outro comemorativo, "Os trilhos da Neurorradiologia depois da primeira angiografia cerebral".

No último dia da "Brain Week", a Casa Museu Egas Moniz em Estarreja, onde o médico nasceu em 1874, abre as portas aos visitantes para um dia especial com visita documentada na área da História da Medicina.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Soldados portugueses que se tornaram emigrantes em França
Daniel Bastos
Historiador
Mercado Imobiliário: Algarve, destino de eleição para portugueses e franceses
Pedro Rosa
Consultor imobiliário
Osnabrück – Cidade da Paz
Wolfgang Griesert
Presidente da Câmara Municipal de Osnabrück
DISCURSO DIRETO
Bélgica, país de contrastes onde adoram portugueses
Catarina Moleiro
BÉLGICA
O mundo é pequeno, a China não
Miguel Madeira
CHINA
Num ano em França, tudo mudou!
Rita Sarmento
FRANÇA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ