ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Macau regista crescimento de 31,3% nas importações de países lusófonos
Revista PORT.COM • 02-Mar-2019
Macau regista crescimento de 31,3% nas importações de países lusófonos



Macau importou em janeiro mercadorias dos países lusófonos no valor de 95 milhões de Patacas (10 milhões de euros), um crescimento de 31,3% em comparação a igual período de 2017, informaram as autoridades do território.

As exportações de Macau para os países de língua portuguesa cresceram no primeiro mês do ano, mas o défice da balança comercial com os países lusófonos continua a aumentar.

Segundo a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), Macau exportou para os países lusófonos mercadorias no valor de 122 mil de patacas (13 mil euros), um aumento de 670%, face a igual período do ano passado, mas muito inferior aos 95 milhões de patacas em produtos importados.

No total, as exportações do território subiram 24,6% até final de janeiro, para 1,53 mil milhões de patacas, mas o défice da balança comercial continua a aumentar fruto do crescimento das importações em 7,2%, para 8,97 mil milhões de patacas.

As exportações para a China continental atingiram, no período em análise, 167 milhões de patacas, uma quebra de 21,9% face a idêntico período do ano passado.

O valor das exportações para as nove províncias do Delta do Rio das Pérolas, vizinhas de Macau, no sul do país, caiu 23,8%.

As vendas para os Estados Unidos e União Europeia subiram 74,9% e 27,9%, respetivamente.

Também as exportações para o vizinho Hong Kong aumentaram 38,6% para 1,12 mil milhões de patacas.

O valor total do comércio externo de mercadorias em Macau correspondeu a 9,59 mil milhões de patacas, mais 9,4% face ao período idêntico de 2017.

Em 2018, Portugal exportou para Macau mercadorias no valor de 329 milhões de patacas (35,5 milhões de euros), um crescimento de 23,2% em comparação com 2017, de acordo com dados oficiais.

Segundo a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), os produtos mais exportados de Portugal para Macau no ano passado foram bebidas, líquidos alcoólicos e vinagres (78,5 milhões de patacas) e vestuário e acessórios (66,5 milhões de patacas).


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ