ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

O conteúdo desta página só pode ser visualizado na vertical!


imagem
Revista PORT.COM • 06-Dez-2016
Google tem inscrições abertas para formação para jovens portugueses



A Google lançou ontem, em Setúbal, o Atelier Digital, uma iniciativa que pretende ajudar os jovens portugueses a adquirir competências digitais e que vai proporcionar formação presencial a milhares de alunos dos institutos politécnicos.

Na primeira fase os cursos serão ministrados `on-line´, a que se segue a formação presencial, com início em janeiro de 2017, nos politécnicos de Aveiro, Leiria e Setúbal, os primeiros estabelecimentos de ensino superior a beneficiarem da formação gratuita oferecida pela Google, com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Na cerimónia de apresentação do projeto, na Escola de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal, o diretor de Assuntos Institucionais da Google afirmou que a iniciativa pretende "ajudar a resolver o problema da falta de competências digitais, proporcionando formação gratuita aos alunos dos politécnicos".

O responsável da Google esclareceu que, embora a iniciativa seja dirigida a pessoas até 30 anos, todos os interessados poderão fazer o curso `on-line´, bastando para isso fazer a inscrição através do site Atelier Digital Portugal.

Na formação `on-line´ estarão disponíveis 23 módulos que cobrem diferentes áreas de competências digitais, designadamente, pesquisa, correio e comércio eletrónico, redes sociais e vídeo, entre outras. Estão igualmente previstas diversas atividades para os formandos testarem os conhecimentos adquiridos e um teste que lhes permitirá obter um certificado da IAB (Interactive Adverstising Bureau) Europe, a principal associação da indústria interativa a nível europeu.

A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, salientou o empenhamento do governo português em proporcionar a aquisição de competências digitais aos alunos do ensino superior, mas também a outras faixas etárias, e lembrou que a par deste projeto da Google há outras iniciativas em curso nas escolas e na sociedade portuguesa.

"Este projeto dirige-se a jovens até 30 anos, mas estão em curso outras atividades. Está em curso uma outra iniciativa chamada Competências Digitais, que está a formar pessoas - perspetiva-se que sejam formadas até 20.000 pessoas até 2020", disse.

"Por outro lado, estão a acontecer outras iniciativas em que estão a ser proporcionadas competências digitais a várias faixas etárias, pessoas empregadas, desempregadas, com a cumplicidade de várias instituições", acrescentou.

A secretária de Estado afirmou ainda que o governo está consciente de que se trata de um "universo muito amplo, a que é preciso dar resposta".

"As nossas universidades e, muito em particular, os institutos politécnicos, têm uma consciência muito clara nesse sentido e estão a fazê-lo em todo o território nacional", disse.

 

Além do apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, e Ensino Superior, a nova plataforma da Google, Atelier Digital Portugal, conta com a ajuda dos politécnicos, que vão disponibilizar instalações para a formação presencial, e da SIC Esperança.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Por um Ministério das Comunidades Portuguesas
Daniel Bastos
Historiador
Pela valorização do ensino da história da emigração portuguesa
Paulo Prisco
Deputado do PS eleito pelas comunidades
A Lei da Nacionalidade
José Cesário
Deputado do PSD eleito pelo círculo da emigração
DISCURSO DIRETO
Bélgica, país de contrastes onde adoram portugueses
Catarina Moleiro
BÉLGICA
O mundo é pequeno, a China não
Miguel Madeira
CHINA
Num ano em França, tudo mudou!
Rita Sarmento
FRANÇA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ