ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Madeira cria dois novos sinais de trânsito com base no sistema francês
Revista PORT.COM • 21-Ago-2018
Madeira cria dois novos sinais de trânsito com base no sistema francês



A Região Autónoma da Madeira (RAM) tem dois novos sinais de trânsito baseados num modelo francês que permite circular com mais ou menos velocidade nas vias, anuncia o Jornal oficial da Região.

Depois do visto dado pelo Representante da República, os dois novos sinais de trânsito vão assinalar «nas vias rápidas ou vias expresso, o início e o fim da existência de estradas ou troços de estradas com diferentes limites de velocidade para a circulação em piso seco e em piso molhado», refere um diploma publicado no jornal oficial.

«A medida é simples. Se o piso estiver seco, o condutor pode circular 10 quilómetros/hora acima do que está indicado na sinalização da via. Se o piso estiver molhado, respeita os limites impostos», explicou à agência Lusa o secretário regional dos Equipamentos e Infraestruturas, Amílcar Gonçalves.

«A aprovação dos novos limites de velocidade, e da sinalização adequada a assinalá-los, tem enquadramento nas duas convenções que Portugal ratificou sobre esta matéria: a Convenção sobre a Sinalização Rodoviária, adotada em Viena em 8 de novembro de 1968 e a Convenção sobre a Circulação Rodoviária, adotada em Viena na mesma data», diz o diploma.

Era intenção do executivo «ver os novos sinais instalados nos ramais de entrada da via rápida e via expresso em outubro, coincidindo com o regresso às aulas».

O novo sinal tem a indicação da via em causa (como "VR1", relativo à via regional 1), seguido de um sol e da indicação "+10 km/h".

Abaixo há uma nuvem com chuva e o sinal para cumprimento da velocidade máxima estabelecida para o local em causa ("VMax").

O segundo sinal criado indica o fim da área em que o primeiro sinal está em vigor.

As vias expresso e rápidas da Madeira compreendem um total de 113 quilómetros.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ