ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lusodescendente distinguida com prémio de jornalismo pelo Presidente venezuelano
Revista PORT.COM • 04-Jul-2017
Lusodescendente distinguida com prémio de jornalismo pelo Presidente venezuelano



O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, condecorou a jornalista lusodescendente Desiree Santos Amaral com o Prémio Único Simón Bolívar, pela sua “muito longa luta pela dignidade dos jornalistas”.

Numa cerimónia no palácio presidencial de Miraflores, em Caracas, durante o qual a luso-descendente, que é tida como uma referência na luta pela liberdade de expressão, falou das difíceis condições de trabalho, da censura e opressão vivida pelos jornalistas durante o século XX.

Para conceder o prémio, um jurado analisou 165 candidatos, dando prioridade à trajetória, disciplina e constância demonstrada ao longo da carreira profissional da jornalista luso-descendente, que dirige atualmente o jornal Correio do Orinoco e a rádio YVKE e Rádio do Sul, todos estatais.

O Prémio Único de Jornalismo Simón Bolívar foi entregue pela primeira há 75 anos e é a máxima distinção do jornalismo venezuelano. Foi criado para destacar o trabalho dos jornalistas e comunicadores sociais, que promovam a convivência, a tolerância e a união latino-americana.

A lusodescendente é militante do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, no poder), e entre 2000 e 2010 foi deputada da Assembleia Nacional, instituição de que chegou a ser vice-presidente.

Jornalista de profissão, foi distinguida em 2000 como Personagem Ibero-americano do Ano, pela Organização Ibero-americana de Jornalistas.

Desde 2011 que dirige a Rádio do Sul, uma estação com mais de uma centena de rádios associadas na América, África e Caraíbas.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ