ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lusodescendente anuncia candidatura a procurador-geral de Rhode Island
Revista PORT.COM • 14-Out-2017
Lusodescendente anuncia candidatura a procurador-geral de Rhode Island



O luso-americano Peter Neronha, que em março foi afastado do cargo de procurador do Estado pelo Presidente Donald Trump, é candidato pelo partido Democrata ao cargo de procurador-geral de Rhode Island.

Peter Neronha, de 53 anos, fez ontem o anúncio da candidatura no porto de Jamestown, onde o seu avô açoriano, da ilha de São Miguel, trabalhou nos navios de transporte de passageiros.

"Candidato-me porque Donald Trump decidiu, em março, que o meu trabalho para as pessoas de Rhode Island estava terminado. Mas eu decidi que não estava", disse Neronha.

No início do ano, o Presidente Trump demitiu 46 procuradores-gerais do Estado, que tem vindo a substituir.

Nos EUA, o cargo de procurador-geral de cada Estado, responsáveis pela acusação de crimes federais, é nomeado pelo Presidente, mas os procuradores do Estado que investigam crimes estaduais podem ser eleitos ou nomeados, conforme a lei de cada Estado.

"Nos últimos 20 anos, só tive um cliente - as pessoas do Estado de Rhode Island. Trabalhando primeiro no escritório do procurador-geral e depois como líder do procurador do Estado, tenho 20 anos de experiência neste trabalho", lembrou.

O "O Jornal", de Fall River, lembra que a carreira de Neronha foi marcada pela investigação de casos de corrupção, como o que levou à queda do líder democrata da Câmara dos Representantes Gordon Fox ou do líder da Comissão das Finanças da Câmara dos Representantes, Raymond Gallison.

Neronha lembrou este percurso no seu anúncio, quando disse que "Rhode Island tem uma reputação merecida de corrupção política que essa corrupção está a prejudicar o estado economicamente e de outras formas".

Além da corrupção, Neronha disse que as suas prioridades serão o combate à crise de opiáceos, crime violento, tráfico de crianças, proteção dos consumidores e desperdício de dinheiro público.

Rhode Island é o Estado americano com maior percentagem de portugueses, cerca de 10 por cento. Também tem uma numerosa comunidade imigrante de Cabo Verde e do Brasil.

Em entrevista a "O Jornal", Neronha adiantou que as forças de segurança locais não devem ser usadas para perseguir imigrantes (as leis de imigração nos EUA são federais) e que a decisão de Trump de cancelar o programa DACA, que protege jovens trazidos de forma ilegal para o país enquanto crianças, é "um erro" e "injusta".

Apesar de estar no serviço público há mais de duas décadas, esta será a primeira eleição de Neronha, que anteriormente fora nomeado pelo Presidente dos EUA.

O lusodescendente terá primeiro de vencer a primária democrata para ser candidato na eleição final, mas ainda não tem adversário. O atual procurador-geral, um democrata, não se pode recandidatar devido ao limite de mandatos.

A eleição final acontece a 06 de novembro do próximo ano.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ