ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lusodescendente recebe 380 mil euros por ter sido preso por engano nos EUA
Revista PORT.COM • 22-Nov-2017
Lusodescendente recebe 380 mil euros por ter sido preso por engano nos EUA



Polícia de West Des Moines chegou a acordo com Matthew Rodrigues, que passou 11 dias na cadeia acusado de abuso sexual.

A cidade de West Des Moines, no estado norte-americano do Iowa, pagou 450 mil dólares, cerca de 380 mil euros, a um lusodescendente que foi detido por engano e ficou encarcerado durante 11 dias.

Segundo a imprensa local, o município chegou a acordo com Matthew Rodrigues no passado mês de agosto, depois de o lusodescendente ter sido detido e acusado de violação em abril. Na noite em que foi preso, Rodrigues estava num motel em West Des Moines, na festa de um amigo. "Estive lá cerca de 30 minutos", disse à WHO TV.

Antes de sair, foi abordado no parque de estacionamento por agentes da polícia que estavam no local a investigar uma agressão sexual. "Eu estava ao telefone, e ele [o agente] continuava a tentar abordar-me. Disse-lhe 'pá, afasta-te. Porque é que me estás a assediar? E ele só me chamava júnior".

Em declarações à estação de televisão, o lusodescendente explicou que os agentes acabaram por dizer-lhe que o consideravam suspeito porque correspondia à descrição do alegado responsável, de nacionalidade mexicana. "Eu sou português", disse aos agentes, que lhe respondiam: "É tudo a mesma coisa".

A polícia acabou por acusar Rodrigues de agressão sexual e deteve-o na prisão do condado de Dallas, onde o homem passou 11 dias a tentar provar que não era o culpado. "Gastei 900 dólares em chamadas telefónicas e comida, a tentar contactar a polícia para lhes dizer que vissem o vídeo. Aquele vídeo era a chave para a minha liberdade e levou-lhes 11 dias para o verem".

Depois de quase duas semanas na prisão, o lusodescendente foi libertado, tendo a polícia determinado que estava inocente. "Honestamente, é um caso de discriminação racial, é disso que se trata". No dia em que Rodrigues foi libertado, foi detido o presumível autor do crime, o mexicano Salvador Pineda Jr., e acusado de abuso sexual.

A polícia de Wes Des Moines diz que Rodrigues foi preso devido a um caso de "confusão de identidades", tendo chegado a acordo com o lusodescendente através do pagamento de 380 mil euros. No acordo a que chegaram as duas partes, a polícia frisa que não pode ser responsabilizada por má conduta ou quaisquer comportamentos ilegais no que à detenção diz respeito.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Joe Silvey, um pioneiro da sociedade multicultural no Canadá
Daniel Bastos
Historiador
Sejam muito bem-vindos. Os Açores contam consigo!
Vítor Fraga
CEO da SDEA
As comunidades e a limpeza das matas
Paulo Pisco
Deputado do PS
DISCURSO DIRETO
Angola aqui e agora
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«A lusofonia é o instrumento privilegiado de afirmação dos povos»
Vitor Ramalho
PORTUGAL
«Apostou-se muito no combate e pouco na prevenção»
Miguel Freitas
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ