ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Paris recebe loja de luxo 100% portuguesa
Soraia Peixoto • 05-Mar-2018
Paris recebe loja de luxo 100% portuguesa



A primeira Phygital Concept do mundo, um conceito idealizado e concretizado por Carlos Sereno e Luís Felipe Neto, dois empreendedores portugueses a viver em Paris, mereceu a visita da PORT.COM para entrevistar os seus criadores.

Como surgiu a ideia de criar a primeira Phygital Concept do mundo? 

A ideia surgiu para diferenciar face ao que existe atualmente: uma nova experiência no retalho, com o objetivo de dinamizar o mercado e dar resposta às expectativas dos clientes. A escolha deste primeiro espaço em Paris não foi por acaso, sendo que é a primeira loja do nosso plano de internacionalização. eNeNe - Novos Navegadores é a primeira marca portuguesa internacional de moda, luxo e premium luxo. A decisão de oferecer a Portugal este espaço surgiu por ser o espaço ideal para dar credibilidade aos nossos produtos junto dos concorrentes, dado que a localização desta loja é considerada como a mais comercial de Paris. Estamos localizados no 24, rue du Temple, no coração do bairro do Marais, onde cruzam mais de 32 milhões de turistas por ano. A Phygital Concept, 100% portuguesa, propõe uma experiência distinta aos visitantes, que reúne as potencialidades do digital às características físicas dos produtos: hologramas, representação 3D dos artigos, realidade aumentada de produtos, entre outras inovações.  

Este novo conceito será o futuro do retalho? 

O mercado da moda, nomeadamente em produtos de luxo, vai ter de seguir os avanços da tecnologia. Com o propósito de sermos pioneiros neste conceito, o nosso “ADN” é facultar simplicidade na compra, sem constrangimentos e com fluidez.  Para entrar na loja o cliente deve fazer o download da nossa aplicação. Para efetuar a compra, existem duas formas: 1) efetuar de forma autónoma digitalizando na aplicação os QrCodes e dirigir-se aos hospedeiros para finalizar a compra; 2) usar o meio tradicional e levar as compras até uma caixa física.  Em qualquer momento o cliente pode adicionar o produto digitalizado no cesto ou na wishing list. Durante o processo da compra, ele poderá sair da loja, enviar as compras para sua casa ou deixar na loja para recuperar mais tarde. Para finalizar a compra, a mesma deve ser feita junto dos hospedeiros, que terão multibanco, e o recibo será enviado por email. O principal objetivo do nosso showroom é oferecer um serviço máximo. 

 A Phygital Concept terá apenas marcas portuguesas. Porquê? 

A ideia de termos apenas marcas portuguesas deve-se ao facto de todas as marcas de luxo usarem know how português, ficando com os lucros para os empresários. De forma a alterarmos este panorama, além do QRCode, cada produto terá o nome do produtor, com o objetivo de valorizar os profissionais de Portugal. Somos uma marca que valoriza e reconhece os produtos nacionais.  

Quais são as marcas portuguesas mais representativas? Terá espaço também para novos criadores/marcas? 

A nossa loja vai ter produtos relacionados com tecnologia, música, joalharia, multimarcas e peças de criadores portugueses de moda, como Luís Buchinho, Anabela Baldaque, Story Tailors e Luís Carvalho. Teremos duas peças exclusivas da coleção de 2018 da Vista Alegre - a lâmpada “Lisbon Titles” e um prato “calendário 2018”. Para além destes produtos, dispomos de mobiliário para casa, arte da mesa, papelaria e livraria.  

Qual foi o investimento deste projeto? 

Investimos mais de três milhões de euros, somente com capital próprio. A expansão do negócio por outras cidades mundiais, representam previsões de forte crescimento económico. Consideramos ser uma atividade rentável desde o segundo trimestre, com redução dos custos fixos. No próximo ano estimamos alcançar um aumento de 97% e em 2020 de 94%, resultando em receitas superiores a 12 milhões de euros. 

Este showroom é o início da internacionalização da marca. Quais são os próximos mercados?  

Ambicionamos ter uma presença, a longo prazo, nos cinco continentes. Primeiramente na Europa, depois na Ásia (a partir de 2022), América Latina (a partir de 2022-2023) e por fim África e América do Norte (a partir de 2024). São mercados estrategicamente desejáveis para investir e divulgar o que de melhor se faz em Portugal. Estamos atentos aos mercados e às suas possíveis alterações, contudo queremos manter a ideia original. Desta forma a próxima implementação será na China.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ