ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Casa do Minho do Rio de Janeiro inaugura estátua de D. Afonso Henriques
Revista PORT.COM • 26-Mai-2018
Casa do Minho do Rio de Janeiro inaugura estátua de D. Afonso Henriques



A Casa do Minho do Rio de Janeiro vai apresentar, no dia 10 de junho, Dia de Camões e das Comunidades Portuguesas, uma estátua de grandes dimensões do primeiro Rei de Portugal, D. Afonso Henriques.

A imagem foi esculpida e trabalhada em Portugal, e vai ser inaugurada na presença de autoridades portuguesas e brasileiras. A cerimónia vai contar ainda com a presença da sociedade civil e membros da comunidade luso-brasileira.

«Estamos muito orgulhosos por poder trazer essa grande figura da história de Portugal para a cidade do Rio e para perto dos nossos sócios e frequentadores. Creio que somos das únicas instituições no Brasil, e talvez no mundo, que irá contar com uma escultura desta magnitude de Dom Afonso Henriques», refere Agostinho dos Santos, presidente da instituição minhota no Rio de Janeiro.

A iniciativa faz parte de uma série de ações recentes da Casa do Minho na cidade para promover a cultura e as tradições portuguesas no Brasil. A instituição fez outras atualizações, como a renovação e inauguração de um restaurante típico português, Costa Verde, e outros trabalhos de comunicação visual, como imagens em grande escala e em alta resolução da região do Minho, tanto na parte interna do clube como no estacionamento.

A Casa do Minho conta ainda com outros dois projetos ambiciosos: a ampliação do estacionamento, com a construção de um parque subterrâneo, e a criação de um espaço interativo que irá albergar uma biblioteca e que funcionará ainda como local de divulgação da região minhota, em parceria com as autoridades portuguesas.

A estátua de Dom Afonso Henriques, modelada em barro e fundida em bronze, tem cerca de 250cm de altura e 900kg de peso. António Mendanha, o pai, e os filhos Vânia e Nuno, família portuguesa de escultores, foram os criadores deste projeto. A obra foi idealizada e realizada em três meses e a imagem chegou de barco ao Porto do Rio de Janeiro recentemente.

“Estamos profundamente gratos à direção da Casa do Minho do Rio de Janeiro, ao seu presidente, Agostinho dos Santos, e ao diretor Paulo Ribeiro, pelo privilégio do desafio que nos lançaram, e pela confiança em nós depositada. Sentimo-nos verdadeiramente honrados e reconhecidos", referiram os autores da obra.

"Importa sublinhar o alcance e o significado que esta obra tem para nós. Sendo um trabalho destinado ao Brasil, sentimos o peso e a responsabilidade implícitos, visto tratar-se de um país com um legado artístico ímpar. Conhecedores do nível de exigência, ajudou-nos muito o facto de nascermos perto de Guimarães, onde nasceu Dom Afonso Henriques, e de conhecermos os principais factos históricos da sua vida. Oxalá este projeto venha a constituir um elo, por mais humilde que seja, para estreitar as relações entre dois povos unidos pela história» sublinham.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Quanto 'vale' o investidor da Diáspora?
José Caria
Diretor Adjunto da PORT.COM
Sagres, uma marca de bebida com história e identidade
Nuno Pinto Magalhães
Diretor de Relações Institucionais da SCC
Felicidade? Lusodescendentes! Exemplo: São Paulo
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Encontro Intercalar na Madeira será iniciativa coroada de êxito
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
Invest Madeira: o epicentro da vontade dos investidores
Ana Filipa Ferreira, Dir. Invest Madeira
PORTUGAL
Sejam bem-vindos à Madeira!
Miguel Albuquerque
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ