ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Há menos portugueses a emigrar, mas jovens formados são os que mais querem 'sair'
Revista PORT.COM • 28-Jun-2018
Há menos portugueses a emigrar, mas jovens formados são os que mais querem 'sair'



Atualmente há menos portugueses com a intenção de emigrar, mas a ideia de 'sair' em busca de novos desafios é mais predominante entre os jovens formados. As conclusões são do Global Talent Survey 2018, que traça um cenário sobre o mercado de trabalho português.

O que procuram?

Para além de experiência profissional, também qualidade de vida.

"Se em 2014 cerca de 79% dos portugueses tinha o desejo de procurar novos desafios fora do país, neste momento o valor desceu para 58% (apenas um ponto acima da média Global, de 57%). Mas, se por um lado existem menos portugueses com vontade de sair, por outro lado quem pretende emigrar são também os candidatos mais jovens (62%) e os mais formados (59%)", conclui o estudo conduzido pela Boston Consulting Group em parceria com a rede global de portais de emprego The Network, cujo representante em Portugal é o Alerta Emprego.

Outra das conclusões é que Portugal é atrativo em termos turísticos, mas quando o assunto é trabalho o cenário é diferente.

"Se em 2014, eramos o 21º país na escolha dos candidatos [a ofertas de emprego], em 2018 descemos para a posição 30", pode ler-se no estudo.

Há, por isso, menos pessoas a escolher Portugal para trabalhar, mas os mais interessados a vir para cá continuam a ser os brasileiros. Procuram também oportunidades por cá os cidadãos de Itália, Suécia, Luxemburgo, Irlanda e Bulgária.

O que leva os portugueses a emigrar?

Entre os motivos que levam os portugueses a fazer malas rumo a novos desafios estão aspetos profissionais, mas também a procura por uma melhor qualidade de vida, ainda segundo o Global Talent Survey 2018.

"Nas escolhas dos portugueses estão: procura de melhores oportunidades de carreira (1º), experiência pessoal no estrangeiro (2º), procura de melhores salários (3º), adquirir experiência profissional (4º) e procura de melhor qualidade de vida (5º)", conclui.

Para onde vão?

Segundo a análise, a escolha dos portugueses no que toca a destino de eleição para trabalhar mudou desde 2014. "Em 2014 o país mais atrativo para os portugueses era o Reino Unido, que este ano passou para o segundo lugar. Atualmente é a Espanha quem lidera numa lista em que a Bélgica e o Canadá são novidades e o Brasil desceu para 10º lugar."

O Global Talent Survey 2018 contou com a participação de mais de 6.000 recrutadores e 360.000 candidatos de 198 países e recolheu ideias sobre o que mais atrai os candidatos num determinado país, quais os motivos que os candidatos têm para emigrar, o que as empresas oferecem, entre outros.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
As comunidades portuguesas e o desenvolvimento de Portugal
Berta Nunes
secretária de Estado das Comunidades
O desastre consular e o deputado das comunidades
José Cesário
, Deputado do PSD por Fora da Europa
A ameaça das Redes Sociais e a tomada de consciência
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
DISCURSO DIRETO
Mensagem de Natal
Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República
PORTUGAL
O português que conquistou notoriedade na PGR do Brasil
Alcides Martins, PGR do Brasil
PORTUGAL
Sagres e Luso:Tradição e Modernidade
Nuno Pinto Magalhães
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ