ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Há menos portugueses a emigrar, mas jovens formados são os que mais querem 'sair'
Revista PORT.COM • 28-Jun-2018
Há menos portugueses a emigrar, mas jovens formados são os que mais querem 'sair'



Atualmente há menos portugueses com a intenção de emigrar, mas a ideia de 'sair' em busca de novos desafios é mais predominante entre os jovens formados. As conclusões são do Global Talent Survey 2018, que traça um cenário sobre o mercado de trabalho português.

O que procuram?

Para além de experiência profissional, também qualidade de vida.

"Se em 2014 cerca de 79% dos portugueses tinha o desejo de procurar novos desafios fora do país, neste momento o valor desceu para 58% (apenas um ponto acima da média Global, de 57%). Mas, se por um lado existem menos portugueses com vontade de sair, por outro lado quem pretende emigrar são também os candidatos mais jovens (62%) e os mais formados (59%)", conclui o estudo conduzido pela Boston Consulting Group em parceria com a rede global de portais de emprego The Network, cujo representante em Portugal é o Alerta Emprego.

Outra das conclusões é que Portugal é atrativo em termos turísticos, mas quando o assunto é trabalho o cenário é diferente.

"Se em 2014, eramos o 21º país na escolha dos candidatos [a ofertas de emprego], em 2018 descemos para a posição 30", pode ler-se no estudo.

Há, por isso, menos pessoas a escolher Portugal para trabalhar, mas os mais interessados a vir para cá continuam a ser os brasileiros. Procuram também oportunidades por cá os cidadãos de Itália, Suécia, Luxemburgo, Irlanda e Bulgária.

O que leva os portugueses a emigrar?

Entre os motivos que levam os portugueses a fazer malas rumo a novos desafios estão aspetos profissionais, mas também a procura por uma melhor qualidade de vida, ainda segundo o Global Talent Survey 2018.

"Nas escolhas dos portugueses estão: procura de melhores oportunidades de carreira (1º), experiência pessoal no estrangeiro (2º), procura de melhores salários (3º), adquirir experiência profissional (4º) e procura de melhor qualidade de vida (5º)", conclui.

Para onde vão?

Segundo a análise, a escolha dos portugueses no que toca a destino de eleição para trabalhar mudou desde 2014. "Em 2014 o país mais atrativo para os portugueses era o Reino Unido, que este ano passou para o segundo lugar. Atualmente é a Espanha quem lidera numa lista em que a Bélgica e o Canadá são novidades e o Brasil desceu para 10º lugar."

O Global Talent Survey 2018 contou com a participação de mais de 6.000 recrutadores e 360.000 candidatos de 198 países e recolheu ideias sobre o que mais atrai os candidatos num determinado país, quais os motivos que os candidatos têm para emigrar, o que as empresas oferecem, entre outros.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ