ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

«O país está de braços abertos» para acolher os emigrantes portugueses
Revista PORT.COM • 28-Jul-2018
«O país está de braços abertos» para acolher os emigrantes portugueses



O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas presidiu à sessão solene de abertura das Festas do Bodo, em Pombal. Um evento que, segundo o edil de Pombal, representa o reencontro de famílias, amigos e memórias.

«Os pombalenses espalhados pelo mundo reencontra, na sua terra-mãe, as forças e o vigor que o contacto com as suas raízes lhe transmite», começou por dizer Diogo Alves Mateus.

Durante o seu discurso, o presidente da Câmara Municipal de Pombal destacou o facto de Pombal estar «empenhado em estabelecer relações entre o nosso território e os territórios onde os pombalenses se encontram na diáspora». Exemplo disso é a geminação que o município tem, há 34 anos, com a cidade francesa de Biscarrosse.

Diogo Mateus lembrou que as Festas do Bodo «são, anualmente, um ponto de encontro para milhares de pombalenses, principalmente para os muitos emigrantes que regressam a casa por esta altura do ano, para assistir às festas do concelho e para reencontrar familiares e amigos, constituindo igualmente uma oportunidade para o Município poder aproveitar as experiências e os exemplos de sucesso dos nossos emigrantes, como forma de enriquecimento mútuo».

O presidente destacou ainda a presença do secretário de Estado das Comunidades Portuguesas como «uma forma de homenagearmos todos os pombalenses que se encontram espalhados pelos quatro cantos do mundo, um reconhecimento do valor e da importância que os nossos emigrantes têm para Pombal».

Por sua vez, José Luís Carneiro lembrou que, tal como os emigrantes, o município de Pombal também «fez das adversidades, oportunidades».

«Afinal, foi a partir de uma adversidade que o povo de Pombal se uniu e conseguiu vencer», ressalvou.

«Hoje começa a constituir-se, na sociedade portuguesa, uma perceção sobre a relevância e importância estratégica dos portugueses da diáspora na afirmação de Portugal no mundo», afirmou o secretário de Estado, destacando que isso só tem sido possível através da força dos portugueses pelo mundo.

José Luís Carneiro lembrou ainda que este fim de semana entrarão muitos emigrantes no país, sobretudo de carro e, na impossibilidade de estar presente para os receber, aproveitou a ocasião para enviar um recado através da comunicação social: «Quero desejar as boas-vindas aos milhares de portugueses que vão chegar por estes dias a Portugal, apelando a que cumpram as regras de segurança rodoviária» para que, tanto a sua vinda como o seu regresso aos países de acolhimento, seja feito da melhor forma.

No final da intervenção, o governante afirmou ainda que o «país está de braços abertos» para acolher os emigrantes «neste reencontro com as vossas terras de origem».

Depois da sessão solene, os convidados inauguraram a exposição “Da Capelinha ao Convento - Salve Senhora do Cardal” e visitaram alguns expositores com amostras dos produtos locais.

Esta edição das Festas do Bodo, que se realiza até ao dia 31 de julho, é dedicada à imagem de Nossa Senhora do Cardal e conta com 250 expositores e mais de 1200 atletas na parte desportiva.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ