ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Lusodescendentes preparam campanha de promoção da língua portuguesa em França
Revista PORT.COM • 26-Jan-2019
Lusodescendentes preparam campanha de promoção da língua portuguesa em França



Quase 200 lusodescendentes, portugueses e franceses, vão reunir-se este fim de semana para preparar uma estratégia de promoção da aprendizagem da língua portuguesa em França, uma iniciativa considerada «crucial» pela embaixada portuguesa.

A reunião dos "Estados Gerais da Lusodescendência" ('États Generaux de la Lusodescendance', em francês) acontece hoje e amanhã na Casa de Portugal, em Paris, coordenada pela associação Cap Magellan.

Juntando cerca de 150 estruturas associativas, empresários, estudantes e professores, entre lusodescendentes, portugueses e franceses, esta reunião será integralmente dedicada à promoção da língua portuguesa.

O embaixador português em Paris, Jorge Torres Pereira, considerou que a segunda edição deste encontro debruça-se sobre um tema «crucial para o desenvolvimento sustentado da relação bilateral» Portugal-França: «a mobilização de esforços para que a língua portuguesa ganhe efetivamente a 'batalha do paradigma', e deixe de ser vista como uma língua de uma comunidade - 'une langue d'immigration' ['uma língua de imigração'] - assumindo o seu lugar natural entre as 'deuxièmes' [segundas] ou 'troisièmes langues' [terceiras línguas] a serem aprendidas pelas crianças e jovens em França».

Tal como o diplomata, outras figuras da comunidade, mas também do ensino em França, marcarão presença neste encontro. Christophe Chaillot, responsável pela cooperação educativa do Instituto Francês e Sophie Sellier, diretora de comunicação do mesmo instituto, vão partilhar a experiência da francofonia no mundo, assim como Anne-Dominique Valieres, inspectora geral da Educação Nacional, participará nos trabalhos.

Para a organização do evento, o português está «muito aquém» das suas possibilidades, atrás do espanhol, alemão e até italiano, sendo assim necessário dar ferramentas às associações e aos lusodescendentes para promoverem a aprendizagem da língua de Camões.

«Escolhemos o eixo da língua portuguesa porque há muito trabalho a fazer e quando comparamos o português com o espanhol, o alemão ou o italiano, está aquém das suas possibilidades em termos de ensino. Vamos tentar construir uma verdadeira campanha para a promoção da língua portuguesa para convencer os decisores locais a abrir novas turmas de português», disse Anna Martins, presidente da Cap Magellan, em declarações à agência Lusa.

A iniciativa vai ainda contar com a participação no domingo do eurodeputado Carlos Zorrinho, que falará sobre educação e inovação, e com a apresentação do projeto Portugal Maior, do músico João Gil.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ