ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Embaixada de Portugal em Bissau recomenda precaução durante protestos
Revista PORT.COM • 09-Fev-2019
Embaixada de Portugal em Bissau recomenda precaução durante protestos



A embaixada de Portugal na Guiné-Bissau recomendou aos cidadãos portugueses a residir em Bissau precaução nas deslocações até a situação estar normalizada, após manifestações de alunos que barricaram estradas na cidade.

«Devido a manifestações e barricadas em vários pontos de Bissau, aconselha-se a maior prudência nas deslocações dentro da cidade, recomendando-se que se restrinja a circulação ao estritamente necessário até que a situação se encontre normalizada», pode ler-se numa mensagem publicada na página do Facebook da embaixada de Portugal na Guiné-Bissau.

Na mensagem, a embaixada de Portugal informa que vai continuar a acompanhar a situação e que vai atualizando a informação, pedindo que em caso de urgência os cidadãos portugueses liguem para o número 00 245 966990029.

Um protesto de alunos realizado hoje em Bissau culminou com o corte de várias estradas e avenidas com pneus a arder, impedindo a circulação de viaturas na cidade, bem como a destruição de viaturas e outros bens.

Segundo a Polícia de Ordem Pública guineense, foram detidas 20 pessoas e três polícias ficaram feridos.

No protesto os alunos gritam frases como: «Paguem os nossos professores, queremos ter aulas».

Os três sindicatos iniciam segunda-feira mais um período de greve de 30 dias para reclamar os pagamentos de salários e subsídios em atraso em há vários anos e aplicação do Estatuto de Carreira Docente.

Os professores guineenses estiveram em greve entre outubro e janeiro e os alunos das escolas públicas não tiveram aulas durante todo o primeiro período do ano letivo.

Os protestos levaram hoje ao cancelamento de uma série de atividades oficiais.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ