ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Venezuela: mais de 50 detidos em saque a supermercado português
Revista PORT.COM • 12-Mar-2019
Venezuela: mais de 50 detidos em saque a supermercado português



Detidos roubaram produtos de primeira necessidade em saque a sucursal de uma cadeia de supermercados pertencente a emigrantes portugueses na Venezuela.

Mais de 50 pessoas foram detidas pelas autoridades venezuelanas quando saqueavam uma sucursal da rede de supermercados Central Madeirense, propriedade de portugueses radicados na Venezuela.

O saque aconteceu entre a tarde e a noite de domingo, no Centro Comercial La Pirâmide, em Prados del Este, Baruta, a sudeste de Caracas, explicaram à agência Lusa residentes naquela localidade.

As detenções foram realizadas por oficiais da Polícia Municipal de Baruta, numa operação em que funcionários da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) usaram gás lacrimogéneo para travar o saque total do estabelecimento.

Vários dos detidos levaram produtos de primeira necessidade do interior do supermercado.

O saque foi feito por residentes do vizinho bairro de Santa Cruz del Este, cujos familiares, ao terem conhecimento da presença da polícia, acudiram ao local para reclamar pelas detenções, enquanto tentavam obter informações.

Várias fontes dão conta de que os familiares dos detidos tentaram justificar o saque, queixando-se à polícia de que estavam sem energia elétrica desde a última quinta-feira e que não tinham alimentos em casa.

A Venezuela está às escuras desde a última quinta-feira, na sequência de uma avaria na central hidroelétrica de El Guri, a principal do país, que afetou ainda dois sistemas secundários e a linha central de transmissão. Em Caracas, a eletricidade está a chegar a vários bairros, mas de forma intermitente. O apagão afetou as comunicações fixas e móveis, os terminais de pagamentos e o acesso à Internet.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ