ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

São Paulo abre centro para acabar com as filas para obtenção de vistos
Revista PORT.COM • 02-Abr-2019
São Paulo abre centro para acabar com as filas para obtenção de vistos



Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro são as próximas cidades brasileiras a abrir escritórios do mesmo género.

O primeiro Centro de Solicitação de Vistos (CSV) do Brasil foi aberto em São Paulo pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) de Portugal e será administrado pelo mesmo, em parceria com a empresa VSF Global. De modo a agilizar os pedidos e pôr termo às filas no Consulado Geral de Portugal em São Paulo, implementou-se este escritório na Rua Butantã 434, 5.º andar - Pinheiros, onde se pode entregar documentos, fazer a entrevista e recolher dados biométricos.

O Consulado Geral de Portugal em São Paulo emitiu um comunicado em que salienta o facto de, com esta medida, os cidadãos brasileiros poder obter o seu visto de trabalho ou de estudante «com tranquilidade e evitando filas nos períodos de maior procura». O mesmo comunicado informa que brevemente serão inaugurados centros semelhantes ao de São Paulo em Belo Horizonte, em Brasília, no Rio de Janeiro e em Salvador. Até que isso suceda, o procedimento continua a ser realizado nos consulados e, na zona sul do país, nos vice-consulados de Curitiba e Porto Alegre.

O CSF estará aberto das 8H00 às 17H00 horas, mas a entrega de documentos deve ser feita entre as 8H00 e as 15H00 horas. Para formalizar pedidos e obter informações, deve consultar o site da VFS Global.

Com mais de 85 mil residentes oficiais, os brasileiros formam a maior comunidade estrangeira de Portugal e, de acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), houve um aumento significativo de residentes no último ano. Em 2017 foram concedidas mais de 12 mil cidadanias em São Paulo e no início do ano passado os estudantes brasileiros eram também mais de 12 mil.

De acordo com o Governo português, há perto de 40 mil pedidos de cidadania portuguesa pendentes. Anabela Pedroso, secretária de Estado da Justiça, informou que a maioria desses pedidos é brasileira.

Uma alteração na lei de concessão de cidadanias alargou o benefício aos netos de portugueses. Em 2018, dos 6348 pedidos de nacionalidade, 85% eram de brasileiros (5412).


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ