ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Integração na China é «oportunidade de ouro» para portugueses em Macau
Revista PORT.COM • 14-Mai-2019
Integração na China é «oportunidade de ouro» para portugueses em Macau



Chui Sai On diz que a crescente integração do território na China não deve ser temida pelos portugueses, cuja comunidade «deve ter ainda maior confiança nas perspetivas de desenvolvimento de Macau».

A integração de Macau na China é uma «oportunidade de ouro» para os residentes e para a comunidade portuguesa, defendeu o chefe do Governo do território em entrevista à agência Lusa.

«Acredita-se que com a entrada do país numa nova era, o desenvolvimento de Macau irá também avançar para uma nova fase, e, neste sentido, a comunidade portuguesa de Macau poderá igualmente ter um papel maior e mais ativo», afirmou Fernando Chui Sai On numa entrevista exclusiva por escrito.

O chefe do Executivo, que fez está a fazer uma visita oficial a Portugal, lembrou que «desde o estabelecimento da RAEM [Região Administrativa Especial de Macau], há 20 anos, o Governo tem dado elevada importância ao papel social da comunidade portuguesa, no respeito e na proteção da sua língua, cultura, religião e costumes».

O Governo de Macau «tem ainda incentivado e apoiado a comunidade portuguesa a participar, de forma ativa, no desenvolvimento e nos assuntos da RAEM, em vários domínios», frisou.

Por outro lado, Chui Sai On sublinhou que «a comunidade portuguesa de Macau, especialmente os macaenses, potenciou o papel de ponte de comunicação e intercâmbio de culturas», com impacto no «desenvolvimento da cidade e progresso histórico».

A crescente integração do território na China não deve ser temida pelos portugueses, cuja comunidade «deve ter ainda maior confiança nas perspetivas de desenvolvimento de Macau», salientou.

A visita do chefe do Governo de Macau prolonga-se até 19 de maio.

Após mais de 400 anos sob administração portuguesa, Macau passou a ser uma Região Administrativa Especial da China a 20 de dezembro de 1999, com um elevado grau de autonomia acordado durante um período de 50 anos.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ