ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal entre os países onde imigração é «particularmente importante»
Revista PORT.COM • 18-Mai-2019
Portugal entre os países onde imigração é «particularmente importante»



As recomendações do estudo da Caritas passam por assegurar a não discriminação e igualdade de oportunidades para todos os migrantes em Portugal, promovendo boas condições de trabalho, entre outras medidas de integração.

Portugal é dos países onde a imigração desempenha um papel particularmente importante, a par da Bulgária, da Eslováquia e de Itália, devido a um historial de forte emigração, defende um estudo a apresentar pela Caritas, em Lisboa.

O trabalho, parte de um projeto europeu e que foi apresentado esta semana, pretende chamar a atenção das instituições, em vésperas de eleições europeias, para a necessidade de políticas e sociedades acolhedoras, assentes no princípio da solidariedade global.

De acordo com o estudo “Casa Comum”, os migrantes, em geral, contribuem mais do que retiram do sistema.

“Em alguns países, as suas contribuições são maiores e mais visíveis na gastronomia e na arte”, lê-se no relatório, que cita Portugal, Itália e países de leste neste contexto.

Todos os países recebem “influxos significativos de remessas”, sendo que em muitos o valor que entra no país é maior do que aquele que sai, casos da República Checa, Eslovénia, Bulgária e Portugal, segundo a mesma fonte.

“Estas são mais importantes para países em situação económica mais precária, contribuindo significativamente para o Produto Interno Bruto (PIB) e o crescimento económico”, lê-se no documento.

A Caritas frisa que a principal conclusão do relatório para Portugal é que migrar é um direito e as migrações representam “um benefício para todos”.

A publicação “Casa Comum – Migrações e Desenvolvimento em Portugal” foi apresentada no Museu de Etnologia e tem autoria de Pedro Góis, investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

Em Portugal, a população imigrante é constituída por 416.000 pessoas, maioritariamente oriundas do Brasil, Cabo Verde, Ucrânia, Roménia, Reino Unido, China, Angola, França, Guiné Bissau e Itália, segundo os dados apresentados.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ