ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Igreja Católica vai trabalhar com autoridades portuguesas no apoio a luso-venezuelanos
Revista PORT.COM • 22-Jun-2019
Igreja Católica vai trabalhar com autoridades portuguesas no apoio a luso-venezuelanos



A Conferência Episcopal Venezuelana vai trabalhar com as autoridades portuguesas no apoio a luso-venezuelanos, anunciou o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas (SEC), José Luís Carneiro.

«A Conferência Episcopal Venezuelana quis enaltecer o nosso trabalho, convidando-nos para uma celebração eucarística e, depois, numa reunião de trabalho, tendo em vista aperfeiçoar a nossa rede de contactos com os portugueses, disponibilizou-se para trabalhar conjuntamente com as autoridades lusas na identificação e no apoio a cidadãos portugueses e lusodescendentes com necessidades», disse José Luís Carneiro.

O governante falava à agência Lusa ao finalizar uma visita de três dias à Venezuela, onde se reuniu também com portugueses nas cidades de Caracas, Maracay e Valência.

José Luís Cardoso destacou ainda que «o importante encontro» com a Conferência Episcopal permitiu também «conhecer uma parte significativa de párocos que têm origens portuguesas».

Sobre a visita, o secretário de Estado fez um balanço «bastante positivo», porque visitou os locais onde decorrem as consultas médicas, se prescrevem medicamentos e exames de diagnóstico.

Para José Luís Carneiro, «esta nova experiência de rede médica constituída em parceria da embaixada com o movimento associativo português está a produzir bons resultados».

«São já várias centenas de portugueses consultados e o mecanismo de envio de medicamentos, que anda na ordem dos 15 dias, entre a saída dos pedidos e a chegada das remessas, está a ter resultados muito bem reconhecidos por portugueses e lusodescendentes», frisou.

 

O governante considerou, também, que o movimento associativo «reconhece o esforço desenvolvido pelo Governo português e fez questão de o assinalar, reconhecendo o papel do embaixador Carlos de Sousa Amaro, dos consulados-gerais, dos consulados honorários e predispôs-se» a apoiar «no reforço da rede de apoio médico que vai ter desenvolvimentos num futuro próximo, no sentido do seu alargamento».


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ