ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Conclusões  do II Encontro de Investidores apontam potencialidades da diáspora
JM Madeira • 27-Jul-2019
Conclusões do II Encontro de Investidores apontam potencialidades da diáspora



Discursos e intervenções nas mesas redondas frisaram o papel das comunidades e identificaram desafios e capacidades para a economia do País e da Região.

No final dos trabalhos de ontem, no II Encontro Intercalar dos Investidores da Diáspora, a partilha de conhecimentos e experiências foi um dos principais aspetos destacados, em jeito de conclusão.

Encerrada a derradeira mesa redonda, João Carramanho, jornalista da Antena 1 Madeira, e João Teles, economista, sintetizaram as principais ideias discutidas ao longo do dia e recordaram também as intervenções dos vários participantes, desde os discursos de abertura aos diversos painéis.

«Este encontro terá, com certeza, permitido mais e melhor conhecimento, pois assenta no contacto e no diálogo direto», salientou João Teles. «Penso que saíram todos mais ricos, no sentido de se estabelecerem redes interpessoais de contacto e de trabalho, bem como de um futuro mais próspero para todos. A diáspora portuguesa convergiu hoje para a Madeira, como continuará a convergir para outros destinos em Portugal e no mundo».

O economista traçou algumas linhas de força sobre o segundo dia do encontro, destacando que «o desafio de fazer crescer a economia da diáspora não é de hoje, contudo, a revolução silenciosa ao nível dos conhecimentos, da inovação e das novas tecnologias criou janelas de oportunidade para que se possa competir no mercado global».

«Potenciar o universo da diáspora do ponto de vista económico terá sempre como base um contexto social, associativo e cultural assente na proximidade, numa língua e identidade comum, na criação de laços de confiança propícios ao investimento», vincou ainda.

«Para além da partilha de experiências e de conhecimento sobre o funcionamento dos seus negócios, o capital acumulado de influência cultural, social, política e económica das comunidades portuguesas no estrangeiro irá sem dúvida potenciar o investimento interno futuro e a internacionalização de mais empresas por parte das atuais e novas gerações de empresários», constatou.

Leia as conclusões do II Encontro Intercalar dos Investidores da Diáspora na íntegra aqui: https://www.portaldascomunidades.mne.pt/images/GADG/encontro_funchal.pdf


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ