ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Secretária de Estado das Comunidades em visita oficial a França
Revista PORT.COM • 14-Nov-2019
Secretária de Estado das Comunidades em visita oficial a França



A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, inicia, esta quinta-feira, uma visita a França, naquela que será a sua primeira viagem oficial às comunidades e durante a qual espera perceber como responder às necessidades das várias gerações de emigrantes.

A visita inicia-se hoje, 14 de novembro, e termina na próxima terça feira, a 19 de novembro, tendo previstas paragens em Paris, Bordéus e Lyon.

Antecipando as expectativas sobre a deslocação, em Lisboa, Berta Nunes evocou as diversas gerações de portugueses que compõe a comunidade portuguesa de França.

"É o país que tem mais emigrantes, onde várias gerações de portugueses estão. Comunidades bastante diversas e heterogéneas, que mostram também a riqueza que podemos encontrar numa comunidade como a de França", disse.

Nesta comunidade, assinalou a governante, estão os que emigraram no século passado e já estão reformados, mas também os jovens qualificados, que representam um país mais desenvolvido e moderno, ou os empresários bem-sucedidos.

"Para mim vai ser importante perceber essa diversidade, perceber que têm necessidades diferentes, que necessidades têm e como é que podemos fazer esta ligação de uma forma significativa para esses [vários] emigrantes", afirmou.

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas sustenta que a ligação será diferente com cada um destes grupos e acredita que esta primeira viagem às comunidades será "muito enriquecedora" e lhe permitirá "conhecer de forma mais próxima as comunidades na sua diversidade".

Sobre o programa da deslocação, Berta Nunes destacou visitas aos consulados, ao movimento associativo, à câmara e à Misericórdia de Paris, adiantando que a questão do ensino da língua portuguesa será um dos assuntos na agenda.

Berta Nunes adiantou ainda algumas daquelas que serão as prioridades do mandato que agora inicia como titular da pasta da emigração, sublinhando que a proximidade às comunidades é a base da política que pretende implementar.

Continuidade da política de atração de investimentos dos emigrantes, da criação e apoio aos Gabinetes de Apoio ao Emigrante e das políticas de cultural e de promoção da língua foram algumas das prioridades elencadas.

A comunidade portuguesa em França está estimada em cerca de um milhão de pessoas, segundo a embaixada de Portugal em França, com a chegada da primeira vaga de emigrantes a registar-se na década de 1960.

"A população portuguesa sofreu transformações estruturais e os trabalhadores no início não qualificados foram sendo gradualmente substituídos por ativos com melhor formação: contam-se atualmente dezenas de milhares de nacionais ou franceses de origem portuguesa com formação universitária", adianta a representação portuguesa na sua página na Internet.

A embaixada destaca também o papel e o contributo dos portugueses na construção das autoestradas, aeroportos, bairros e cidades e na criação de milhares de empregos em França, bem como a participação política a nível local, com a eleição de vários autarcas portugueses e lusodescendentes.

Na economia, estima-se em cerca de 50 mil o número de empresas ligadas a portugueses e lusodescendentes.

Foto: © Global Images


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ