ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Embaixada de Portugal na Guiné promove curso de alfabetização de militares
Revista PORT.COM • 08-Jul-2017
Embaixada de Portugal na Guiné promove curso de alfabetização de militares



A embaixada de Portugal na Guiné-Bissau vai promover, juntamente com o Ministério da Defesa guineense, um curso de alfabetização para elementos das Forças Armadas de vários quartéis.

Fábio Sousa, adido para cooperação e José Morgado, adido da Defesa, indicaram que o curso visa capacitar, durante seis meses, 715 militares dos aquartelamentos de Bissau, Bafatá, Gabú, Ingoré, Bula, Mansoa, Quebo e Buba.

As aulas serão intensivas, durante uma hora e meia todos os dias, precisou Fábio Sousa, também responsável na Guiné-Bissau pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua.

Já o coronel José Morgado, explicou que o curso tem como finalidade ajudar os militares guineenses a melhorarem na componente de produção de documentos e do uso da própria língua portuguesa.

De concreto a iniciativa visa "cobrir as lacunas" ao nível da alfabetização, interpretação de textos em português e produção de documentos militares, acrescentou o adido da Defesa junto à embaixada de Portugal na Guiné-Bissau.

Para ministrar o curso, os promotores da iniciativa lançaram um anúncio público para a contratação, em regime de prestação temporária de serviços, de 11 alfabetizadores e 16 professores de língua portuguesa.

A seguir, serão feitos testes de nível e de conhecimento em língua portuguesa, para determinar a composição das turmas dos formandos.

O projeto que tem como objetivo, contribuir para a consolidação da missão republicana das Forças Armadas guineenses, foi iniciado em 2016, contando, além da embaixada de Portugal, com o Ministério da Defesa e o Estado-Maior General, precisou ainda Fábio Sousa.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ