ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cabo Verde e Douro Generation assinam acordo para preservar e promover Patrimónios da Humanidade
Revista PORT.COM • 21-Jul-2017
Cabo Verde e Douro Generation assinam acordo para preservar e promover Patrimónios da Humanidade



Com a parceria, Cabo Verde e a Douro Generation alargam as suas redes de contacto e pretendem criar uma plataforma de troca de experiências sobre o trabalho desenvolvido na valorização e promoção dos respetivos Patrimónios Mundiais.

O Governo de Cabo Verde e a Associação de Desenvolvimento Douro Generation assinaram um acordo para preservar e promover os respetivos sítios classificados pela UNESCO como Património Mundial.

O acordo foi assinado entre o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) cabo-verdiana, Abraão Vicente, e o vice-presidente da Douro Generation, Hernani Gouveia.

Durante a cerimónia de assinatura, Hernani Gouveia assinalou que se trata do primeiro passo para se trabalhar numa rede mundial com missão de preservar e promover os patrimónios da humanidade.

“É um projeto alargado, que contribui para estreitar as relações entre os países e tem um objetivo que é utilizar bem a classificação de património da humanidade e contribuir para o desenvolvimento sustentável”, salientou o responsável.

Além da parte cultural, Hernani Gouveia salientou que será feito um trabalho a nível ambiental e socioeconómico, para os patrimónios serem uma mais-valia para as populações.

Além de valorizar e proteger os sítios Patrimónios da Humanidade, Samira Silva, do Instituto do Património Cultural (IPC) de Cabo Verde, disse que o acordo vai permitir a busca de financiamento.

A também diretora dos Museus de Cabo Verde notou que a Cidade Velha, o único sítio Património da Humanidade do arquipélago não tem ligação com o Douro, porque pertencem a categorias diferentes, mas disse que há “desafios comuns” que se colocam à gestão dos sítios.

Por sua vez, o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, disse que o acordo é o primeiro passo para abrir portas e construir parcerias em que ambas as instituições ganham na presentação e conservação dos respetivos patrimónios.

“Não só a nível de financiamento, mas também na sua capacidade de atuação, de abrir portas e de empoderar essa rede mundial de sítios patrimónios da humanidade”, apontou o ministro.

A Douro Generation – Associação de Desenvolvimento (DG-AdD) foi criada em 2014 por um grupo de pessoas apaixonadas pelo património natural, cultural e humano do Alto Douro Vinhateiro, em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Tem como ambição contribuir para o desenvolvimento da região que é Património da Humanidade desde 2001.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ