ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Guiné-Bissau confirma: Portugal disponível para conversar sobre RTP
Revista PORT.COM • 07-Ago-2017
Guiné-Bissau confirma: Portugal disponível para conversar sobre RTP



O ministro da Comunicação Social da Guiné-Bissau, Victor Pereira, anunciou ter recebido indicações do Governo português para abrir conversações para a retoma das atividades dos canais África da RTP na Guiné-Bissau.

Em declarações transmitidas pela Radiodifusão Nacional (RDN), o governante guineense referia-se a suspensão das atividades da RTP decretada por Bissau a 30 de junho.

Victor Pereira indicou que, como sempre defendeu, a decisão apenas foi motivada pela caducidade do acordo de cooperação existente entre os governos de Bissau e Lisboa no domínio da comunicação social e também pelo facto de a parte portuguesa "nunca se mostrar aberta ao dialogo" sobre o assunto.

"Felizmente nestas duas semanas tem havido uma boa nova nesse sentido de que (Portugal) quer conversar connosco", afirmou Victor Pereira, sublinhando serem falsas as alegações de que a suspensão visasse "cercear a liberdade de imprensa".

O ministro apontou as rádios privadas que operam no país, "algumas a roçarem a libertinagem", com impostos em atraso e licenças provisórias, para justificar que não é intenção do Governo interferir no funcionamento de nenhum órgão.

Victor Pereira afirmou que vários órgãos de comunicação social estrangeiros operam regularmente na Guiné-Bissau, dando o exemplo, entre outros, da agência Lusa que disse estar em conversações já para apoiar a Agência de Noticias da Guiné (ANG), no quadro da cooperação.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Joe Silvey, um pioneiro da sociedade multicultural no Canadá
Daniel Bastos
Historiador
Sejam muito bem-vindos. Os Açores contam consigo!
Vítor Fraga
CEO da SDEA
As comunidades e a limpeza das matas
Paulo Pisco
Deputado do PS
DISCURSO DIRETO
Angola aqui e agora
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«A lusofonia é o instrumento privilegiado de afirmação dos povos»
Vitor Ramalho
PORTUGAL
«Apostou-se muito no combate e pouco na prevenção»
Miguel Freitas
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ