ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Cabo Verde realiza maior cachupa do mundo e entra para o Guinness
Revista PORT.COM • 22-Ago-2017
Cabo Verde realiza maior cachupa do mundo e entra para o Guinness



Cabo Verde realizou este ano a maior cachupa do mundo, a rainha da gastronomia cabo-verdiana, entrando diretamente para os recordes do Guinness como sendo a primeira de sempre, anunciou a Cavibel, organizadora do festival Badja ku Sol.

Em 2015, aquando da 7.ª edição do festival "Badja Ku Sol" (Dança com o Sol), na praia da Gamboa, na cidade da Praia, a Cavibel, Indústria de Bebidas, lançou o desafio de colocar a cachupa nos livros dos recordes do Guinness.

Na altura, a organização, que contou com a Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV), informou que foram confecionadas cerca de quatro toneladas do prático típico cabo-verdiano, num tacho de 3,5 metros de diâmetro e 90 centímetros de altura, feito de inox e pesando 1,5 toneladas.

Entretanto, a Cavibel recordou que, na altura, não tinha uma balança de precisão para saber quantos quilos foram exatamente confecionados, o que inviabilizou a entrada.

Os organizadores salientaram que continuaram com a pretensão e este ano, na 9.ª edição do festival, foi confecionada "a maior cachupa do mundo", com 6.360 quilogramas, no ano em que o festival contou pela primeira vez com a presença de um representante do Guinnees.

A Cavibel indicou que a confirmação foi transmitida pela agente comercial da Guiness World Records, Fay Edwards.

"Feito que nos orgulha e é para nós exemplo da determinação e vontade dos cabo-verdianos de inovar e querer estar com os melhores do mundo", regozijou-se a organização em nota de imprensa.

Os organizadores do Badja ku Sol indicam ainda que esta é a primeira entrada de Cabo Verde no livro de Record Mundial.

A gala de atribuição da conquista será realizada na quarta-feira, na cidade da Praia, num ato que contará com a presença do primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva.

A cachupa, a rainha da gastronomia cabo-verdiana, é confecionada a base do milho, carnes e peixe, feijões, verduras e hortaliças.

Depois de confecionada, a cachupa, que já vai na sua terceira edição, é servida gratuitamente a centenas de pessoas que se deslocam ao areal da Gamboa, para assistir ao festival Badja ku Sol.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ