ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal e Moçambique assinam um novo programa estratégico de cooperação
Revista PORT.COM • 08-Nov-2017
Portugal e Moçambique assinam um novo programa estratégico de cooperação



O novo Programa Estratégico de Cooperação entre Portugal e Moçambique está orçado em 202,5 milhões de euros, cerca de metade do qual diz respeito a crédito concecional.

Além dos apoios a setores tradicionais (como educação e saúde), é dada especial atenção "ao investimento e comércio", referiu a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Portuguesa, Teresa Ribeiro.

A governante falava ao lado de Nyeleti Mondlane, vice-ministra dos Negócios Estrangeiros moçambicana, após a assinatura do documento para o período 2017-2021.

Nyeleti Mondlane destacou a fatia de 102,5 milhões de euros canalizadas para crédito concecional, através do Fundo Empresarial de Cooperação Portuguesa e do Fundo Português de Apoio ao Investimento em Moçambique.

O crédito concecional caracteriza-se por condições mais favoráveis que as de mercado relativamente a juros, prazos de carência e amortização.

A governante moçambicana destacou o contributo "firme e consistente" de Portugal ao Estado moçambicano, mesmo nos momentos mais desafiantes da crise portuguesa.

Nyeleti Mondlane classificou como "excelentes" as relações políticas entre os dois países.

A assinatura do novo Programa Estratégico de Cooperação acontece depois de o grupo de doadores ao Orçamento de Estado (OE) moçambicano - em que se inclui Portugal - ter suspendido os apoios, em 2016, na sequência do escândalo das dívidas ocultas.

Teresa Ribeiro referiu que aquele facto não interferiu com a preparação do programa hoje assinado.

O apoio direito ao OE é um assunto distinto que está "em ponderação" por um conjunto de doadores, referiu.

Nyeleti Mondlane destacou ainda o papel que Portugal pode ter na formação de "capital humano" em Moçambique - nomeadamente na área da educação e no ensino de Português.

Para o caso, a facilitação na circulação de pessoas entre países de Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) é assunto que deve continuar em discussão, concluiu.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ