ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Macau vai ter laboratório de tradução automática de português e chinês
Revista PORT.COM • 28-Set-2016
Macau vai ter laboratório de tradução automática de português e chinês



O laboratório de tradução automática português-chinês/chinês-português – as duas línguas oficiais de Macau – vai ser inaugurado em outubro, por ocasião da V Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau).

O Instituto Politécnico de Macau (IPM), a comemorar 25 anos de existência, vai inaugurar, em breve, um laboratório de tradução automática de chinês e português, projeto de “grande importância” que tem como parceiro o Politécnico de Leiria, disse à agência Lusa o presidente da instituição, Lei Heong Iok.

Esse laboratório, que vai funcionar no IPM, vai contar com três equipas, versadas em particular na área da informática e da interpretação/tradução, em que membros de Macau, de Portugal e do interior da China vão trabalhar em conjunto para conceber uma “máquina” capaz de traduzir de chinês para português e de português para chinês.

“É um projeto difícil, mas de grande significado”, observou, explicando que o laboratório conjunto das duas instituições de ensino superior – parceiras de longa data – vai contar com outros ‘reforços’ de Portugal e do interior da China.

“Tem o apoio da Universidade de Coimbra. E, do outro lado, conta com o apoio técnico da maior empresa de tradução da China, porque eles já têm tecnologia na área da tradução chinês-inglês/inglês-chinês”, e da Universidade de Línguas Estrangeiras de Cantão, explicou Lei Heong Iok.

“Se conseguirmos um computador que saiba traduzir português-chinês e chinês-português vai ser um grande instrumento”, afirmou o presidente do IPM, deixando claro que a ideia não é criar uma máquina para substituir o homem, mas para “apoiá-lo e reduzir o volume de trabalho que enfrenta”.

“Visitei a União Europeia e eles mostraram-me a máquina de português-inglês ou francês. Eu pensei: por que não [utilizar um sistema idêntico] em Macau? Temos duas línguas oficiais e há tantas dificuldades e queixas”, explicou Lei Heong Iok, indicando que na área da conversão assistida do português-chinês e chinês-português há “pouca coisa”.

“De facto, outras instituições também pensaram nesse sentido mas não conseguiram resultados satisfatórios”, apontou Lei, indicando que a primeira meta a atingir é até 2020.

Esse objetivo passa por “resolver problemas que existem neste momento na área da tradução na administração pública”, podendo depois evoluir para outras áreas, como a da educação ou mesmo medicina.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ