ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Uruguai admite possibilidade de fazer parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa
Revista PORT.COM • 03-Mai-2018
Uruguai admite possibilidade de fazer parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa



O ministro dos Negócios Estrangeiros do Uruguai admitiu apresentar uma candidatura a membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), salientando que apesar de não falar português, existe uma grande afinidade com a língua.

Questionado à saída de um encontro com os embaixadores permanentes dos países lusófonos junto da Comunidade de Países de Língua Portuguesa sobre a possibilidade de o estatuto do Uruguai evoluir de país observador para Estado membro, Rodolfo Nin Novoa admitiu "não saber bem qual é o funcionamento nem os requisitos", mas disse que era uma possibilidade.

"Quando se entra numa organização como país observador, temos sempre o objetivo de ser membro permanente; não falamos português, mas estamos muito vinculados à língua portuguesa", salientou o chefe da diplomacia do Uruguai à agência Lusa.

No final da visita à CPLP, no âmbito da visita oficial que realiza a Portugal, Rodolfo Nin Novoa justificou a reunião com os embaixadores devido à "proximidade com um dos mais importantes países de língua portuguesa, o Brasil", que permite ao Uruguai relacionar-se "com muita fluidez com os seus habitantes, a sua cultura, e a sua democracia".

O Uruguai tem o estatuto de Observador Associado desde a XI Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, decorrida no final de 2016, em Brasília.

"Só estamos há um ano e meio na CPLP, mas o que nos atrai é a possibilidade de coordenar políticas económicas, culturais, de direitos humanos, de democracia e liberdade, que são a base fundamental da sustentação da paz e segurança internacionais", concluiu o governante.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Emigração traz riqueza
Jack Soifer
Jack Soifer, Consultor internacional
Mudanças na legislação eleitoral, conquista ou oportunidade perdida?
José Cesário
Deputado
O Festival Kunchi e os laços ancestrais entre Portugal e o Japão
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
Macau, ponto focal do comércio Portugal-China
Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e do Comércio
PORTUGAL
Importância estratégica de Macau
José Caria, Diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«Adega Mayor representa uma aposta de crescimento»
Rita Nabeiro, Diretora da Adega Mayor
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ