Revista PORT.COM - Notícias de Portugal e das Comunidades
ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Politécnico da Guarda celebra acordo de cooperação com Guiné-Bissau
Revista PORT.COM • 26-Jul-2018
Politécnico da Guarda celebra acordo de cooperação com Guiné-Bissau



O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) assinou um protocolo com o Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude e Desporto da República da Guiné-Bissau para promover a formação e a qualificação superior dos jovens daquele país.

O IPG refere que o protocolo de cooperação, celebrado na Guarda, tem como objetivo ajudar a promover a formação e a qualificação superior dos jovens da República da Guiné-Bissau, abrindo oportunidades de formação de ensino superior e profissional em cursos técnicos superiores profissionais, licenciaturas e mestrados.

Segundo uma nota do IPG, o Ministério da Educação, Ensino Superior, Juventude, Cultura e Desporto da República da Guiné-Bissau «responsabilizar-se-á pela recolha documental e encaminhamento, através da Embaixada da Guiné-Bissau em Portugal, dos processos de candidatura dos estudantes ao IPG» para o ingresso nos vários cursos disponibilizados.

O acordo foi assinado pelo Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República da Guiné-Bissau em Portugal, Hélder Jorge Lopes, em representação do Ministério da Educação da Guiné-Bissau, e por Pedro Cardão, vice-presidente do IPG.

Os estudantes da Guiné-Bissau beneficiarão «dos mesmos procedimentos de seriação e colocação que os alunos portugueses e internacionais, em igualdade de circunstâncias e de acordo com a legislação em vigor».

«A responsabilidade por todas as despesas decorrentes da frequência da formação dos estudantes da Guiné-Bissau (taxas académicas, propinas, alimentação e alojamento) é dos próprios estudantes, nas mesmas condições dos estudantes do IPG e de acordo com o Estatuto do Estudante Internacional», é referido.

O Politécnico da Guarda compromete-se ainda a procurar proporcionar aos estudantes daquele país «as melhores condições possíveis no que respeita à redução de taxas e outros custos académicos, designadamente através da atribuição de bolsas de estudo».

O mesmo estabelecimento de ensino superior fica obrigado a participar em ações e projetos de promoção do desenvolvimento da Guiné-Bissau «através do envolvimento dos alunos em estágios em empresas e instituições no seu país de origem, com ligação privilegiada aos docentes e investigadores do IPG, promovendo e facilitando o seu regresso» e apoiando o empreendedorismo e o desenvolvimento empresarial, em particular em iniciativas de ex-alunos do IPG beneficiários do protocolo.

O IPG tem quatro escolas superiores: de Saúde, de Educação, Comunicação e Desporto, de Tecnologia e Gestão, e de Turismo e Hotelaria (esta na cidade de Seia).


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal – a participação jovem e a cidadania global
João Paulo Rebelo
Secretário de Estado da Juventude e do Desporto
Políticas de apoio ao regresso prioridade no orçamento para 2019
Paulo Pisco
Deputado do PS
Portugal - um país e um povo em rede
Carlos Zorrinho
Eurodeputado do PS
DISCURSO DIRETO
A escassos dois minutos... de nada
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
O papel do IAPMEI no apoio às PME´s
Nuno Mangas, presidente do conselho diretivo do IAPMEI
PORTUGAL
«Queremos portugueses com mais oportunidades no país»
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ