ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Semana da Lusofonia apresenta cultura de países falantes de língua portuguesa
Revista PORT.COM • 07-Nov-2018
Semana da Lusofonia apresenta cultura de países falantes de língua portuguesa



Com o objetivo de valorizar a língua portuguesa, o Liceu Francês François Mitterand, no Brasil, promove, até sexta-feira (9) de novembro, a Semana da Lusofonia.

O evento multidisciplinar reúne contribuições literárias e artísticas de um conjunto de países que falam português. Na terceira edição do evento, a Semana conta com participações das embaixadas de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal e Timor-Leste.

A iniciativa, que começou em parceria com o Itamaraty e a comunidade de países da língua portuguesa, teve a sua primeira edição em 2016 e é completamente aberto ao público. Segundo a diretora de estudos brasileiros da escola François Mitterand, Adriana Huelva, a semana abriga expressões da dança, dos costumes, da literatura, da arte e do folclore dos países participantes.

«O objetivo é apresentar a língua portuguesa e mostrar a cultura destes países para os nossos alunos, pais e para toda a sociedade», explica.

Para agregar ao conteúdo, durante a semana haverá uma conversa com a jornalista e crítica literária portuguesa Isabel Lucas, curadora do Oceanos – Prémio de Literatura em Língua Portuguesa.

«Isabel foi uma proposta da embaixada portuguesa, a gente só convida quem está interessado em participar e acho que foi uma ótima escolha», afirma Adriana Huelva.

Durante a programação, será exibido a longa A gaiola dourada, filme franco-português dirigido pelo ator e cineasta luso-francês Ruben Alves. A película conta a história do casal Maria e José Ribeiro, imigrantes portugueses na França que recebem uma inesperada herança.

A escola francesa, que promove a Semana da Lusofonia, é frequentada por estudantes de 46 nacionalidades e, para Adriana Huelva, o evento fomenta um conteúdo de extrema relevância para a sociedade.

«A gente vê que os alunos aprendem muito e demonstram estarem abertos a novas culturas, dá para ver que eles gostam de fazer parte desse momento. Os nossos alunos são cidadãos do mundo, algumas crianças já passaram por esses países e eles se sentem honrados de participar, além de ser um evento extremamente benéfico para eles e para todos», conclui.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ