ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Angola fornecerá geradores para superar crise de eletricidade em São Tomé
Revista PORT.COM • 14-Dez-2018
Angola fornecerá geradores para superar crise de eletricidade em São Tomé



O Governo angolano envia nos próximos dias para São Tomé e Príncipe grupos de geradores para «superar» a crise de luz elétrica que o país atravessa, enquanto especialistas angolanos trabalham na recuperação dos grupos avariados.

«Nós neste momento temos dois cenários reais, o primeiro passa por identificação dos principais problemas dos grupos existentes e há possibilidade de recuperar o máximo numero possível e complementarmente trazer grupos para suprir a diferença de produção que nós temos hoje para ver se até à quadra festiva podemos ter mais energia para as populações», disse a jornalistas Osvaldo Abreu, ministro das Obras Públicas, Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente.

Uma equipa de especialistas angolanos composta por quatro elementos iniciou esta semana os trabalhos de recuperação dos vários grupos geradores avariados, depois de um encontro com Osvaldo Abreu.

A delegação angolana reuniu-se igualmente com os técnicos da Empresa de Água e Eletricidade (Emae) e visitaram três centrais elétricas do país, designadamente a da capital, a de Bobo Forro e a de Santo Amaro.

«Nós estamos em crer que o caminho está aberto para que rapidamente possamos atenuar, minimizar este grande problema que é a falta crónica de energia que nós vivemos há já algum tempo», sublinhou o governante.

«Esse Governo encontrou uma série de situações que o país vive em termos de dificuldades que afetam de forma muito profunda a vida das nossas populações. O povo reclama e pede soluções, particularmente a situação energética, que é bastante calamitosa», acrescentou.

Osvaldo Abreu considerou o apoio angolano como «uma primeira parceria com um dos grandes amigos e parceiro estratégico que é a República de Angola».

O ministro recusou avançar a data exata da chegada dos novos grupos de geradores, sublinhando apenas que o seu Governo está a «envidar todos os esforços» para resolver o problema.

«Os técnicos angolanos que estão no país fez uma radiografia do que há e agora o passo seguinte é sentar-se com os nossos técnicos nacionais estudar com mais profundidade aquilo que constituem dificuldades de equipamento, materiais e instalações para depois enviar unidades novas», explicou.

Por seu lado, o responsável da missão técnica angolana garantiu que o seu país tem «experiência avançada» no ramo da produção «desse tipo de energia» e acredita ser possível até às vésperas da quadra festiva ter o problema da falta de energia minimizado.

«Crescemos muito a nível do parque energético, nós podemos contribuir muito com a experiência que temos em São Tomé, vamos fazer todos os esforços para poder mitigar essa situação», garantiu Francisco Ferreira.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ