ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Portugal e São Tomé e Príncipe reforçam cooperação
Revista PORT.COM • 06-Mar-2019
Portugal e São Tomé e Príncipe reforçam cooperação



No balanço da sua visita a São Tomé e Príncipe, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, considerou que o Programa Estratégico de Cooperação (PEC) entre Portugal e São Tomé e Príncipe tem decorrido de forma «excelente, embora as partes admitam ajustes».

Definir ações de cooperação financiadas nos 32,5 milhões de euros que restam do Programa Estratégico de Cooperação (PEC), assinado em 2016, foi o objetivo central da recente deslocação oficial da secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Teresa Ribeiro, a São Tomé e Príncipe.

«O Programa Estratégico de Cooperação é o grande instrumento-quadro da cooperação entre Portugal e São Tomé, foi assinado em 2016, tem um pacote financeiro de mais de 57 milhões de euros, 43 por cento já está executado e portanto, agora, trata-se de, no tempo que falta para o termo do período deste PEC, ver com é que vamos concretizar diferentes iniciativas», afirmou Teresa Ribeiro, logo à saída de um encontro com o primeiro-ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, no primeiro dia da sua visita oficial aquele país africano.

«Temos esse relacionamento em diferentes áreas. Corre com certeza bem, tem bons resultados, mas nós podemos sempre trazer melhorias, fazer ajustamentos em função daqueles que vão sendo os desafios que aparecem», acrescentou a governante portuguesa.

Teresa Ribeiro reuniu-se também com Elsa Pinto, ministra dos Negócios Estrangeiros, Comunidades e Cooperação, tendo na agenda a discussão sobre a execução do PEC e o relacionamento bilateral entre os dois países.

A secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação referiu-se também à parceria estratégica que os dois governos já decidiram, mas que falta ser formalizada. «A parceria estratégica já existe em termos informais, nós estamos de facto a trabalhar de uma forma tão próxima e querendo contribuir para aquilo que são os grandes desafios de São Tomé», comentou. Teresa Ribeiro considerou, no entanto, que «é preciso dar cobertura formal àquilo que já existe informalmente», uma vontade, recordou, já manifestada pelo primeiro-ministro português, António Costa, e que deverá ser formalizada numa visita oficial do Governo português.

A governante portuguesa disse que estão em curso ações para que a deslocação a São Tomé do primeiro-ministro português seja concretizada ainda este ano, apesar do seu «calendário pesado». Há um ano, numa visita ao país, o Presidente português Marcelo Rebelo de Sousa anunciou que António Costa visitaria São Tomé até ao verão desse ano, o que não chegou a acontecer.

 

Leia a notícia na íntegra na edição de março da Revista PORT.COM.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Quanto 'vale' o investidor da Diáspora?
José Caria
Diretor Adjunto da PORT.COM
Sagres, uma marca de bebida com história e identidade
Nuno Pinto Magalhães
Diretor de Relações Institucionais da SCC
Felicidade? Lusodescendentes! Exemplo: São Paulo
Jack Soifer
Consultor Internacional
DISCURSO DIRETO
Encontro Intercalar na Madeira será iniciativa coroada de êxito
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
Invest Madeira: o epicentro da vontade dos investidores
Ana Filipa Ferreira, Dir. Invest Madeira
PORTUGAL
Sejam bem-vindos à Madeira!
Miguel Albuquerque
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ