ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Mais meio milhar de crianças de 4 a 12 anos aprendem português em escola pública na Venezuela
Revista PORT.COM • 26-Mar-2019
Mais meio milhar de crianças de 4 a 12 anos aprendem português em escola pública na Venezuela



A Escola Estadual Pedro António Medina de Clarines fica na localidade situada no Estado venezuelano de Anzoátegui, 250 quilómetros a leste de Caracas.

Com 27 anos a dar aulas e quase a reformar-se, Maria Manuela Geriante, foi convidada em novembro do ano passado para dar as aulas de português.

Desde então, diz-se «feliz e agradecida pela oportunidade» de dar aulas no seu idioma materno.

«Estou a dar português a crianças de vários níveis, desde a educação inicial até ao 6.º grau, com idades compreendidas entre 4 e 12 anos», disse a professora à agência Lusa.

Maria Manuela Geriante frisou ainda estar «muito contente» porque as crianças «gostam muito de aprender português, estão muito motivadas».

«E, estamos muito agradecidos, por terem escolhido a nossa escola para este projeto», frisou a docente, salientando que tem «510 crianças» a aprender a Língua de Camões, entre eles «apenas um filho de portugueses».

«Os outros nasceram na Venezuela, vivem na Venezuela, nunca saíram daqui (de Clarines) e estão muito contentes por aprender a falar português», sublinhou.

Maria Manuela Geriante insiste que o projeto de ensino da língua portuguesa deve expandir-se «a outras escolas de Clarines e de toda da Venezuela» e explica que «os idiomas ajudam muito as pessoas» e inclusive quem tem facilidades para aprender outras línguas também tem para matemáticas.

«Eu tenho três amores aqui, Portugal, de onde sou, a Venezuela onde vivo desde 1979 e esta escola que é a minha outra casa e a minha família também», concluiu, agradecendo ao Instituto Camões, à Fundação Luso-venezuelana de Clarines e aos cônsules portugueses de Caracas e Anzoátegui, por materializarem este projeto.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ