ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Certificação de diamantes em Macau reforça comércio com Angola
Revista PORT.COM • 16-Abr-2019
Certificação de diamantes em Macau reforça comércio com Angola



A aplicação do processo Kimberley em Macau vai atestar a origem legal dos diamantes vendidos no mercado internacional e assim reforçar a relação comercial com Angola.

Lionel Leong Vai Tac, secretário para a Economia e Finanças de Macau, afirmou numa reunião plenária da Assembleia Legislativa que «há empresas de Angola que já manifestaram interesse em fazer comércio em Macau depois da aplicação deste regime e estão dispostas e interessadas em reforçar a relação comercial» com o território. Nessa mesma reunião, foi aprovada a generalidade da proposta que tem como objetivo estender ao território o processo Kimberley.

O diplomata afirmou ainda que também «já há empresas do interior da China que pretendem registar-se em Macau para serem comerciantes nesta área», a somar ao manifesto interesse angolano.

«A extensão deste sistema a Macau vai contribuir para a criação de novas indústrias», nomeadamente as importações e exportações, mas também as exposições, convenções e o design de joalharia, de acordo com Lionel Leong. O governante destacou ainda que «a aplicação deste processo vai contribuir para uma cadeia de fabrico» e sublinhou que «quem infringir os diplomas legais, vai ser alvo de sanção».

O projeto Kimberley foi criado em 2003 e visa atestar a origem legal dos diamantes vendidos no mercado internacional e assim impedir o comércio dos “diamantes de sangue”, extraídos de zonas em guerra.

Os Serviços de Economia e os Serviços de Alfândega serão as autoridades competentes para certificar os diamantes em bruto e para estabelecer o regime de sanções.

Aproveitando o papel de plataforma entre a China e os países lusófonos, Macau assinou em junho do ano passado um acordo com a Bolsa de Diamantes de Xangai, de modo a tornar-se um centro de comércio de diamantes.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O acervo bibliográfico sobre a emigração portuguesa
Daniel Bastos
Historiador
Defender a União Europeia e os direitos de cidadania
Paulo Pisco
Deputado do PS
Saibamos aumentar a participação cívica das nossas comunidades
José Cesário
Deputado do PSD
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ