ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Angola quer aspetos da linguística bantu no Acordo Ortográfico da CPLP
Revista PORT.COM • 10-Mai-2019
Angola quer aspetos da linguística bantu no Acordo Ortográfico da CPLP



Angola defende a inclusão da linguística bantu no Acordo Ortográfico promovido pela Comunidade dos países de Língua Portuguesa (CPLP), argumentando que o atual projeto «carece de conciliação com alguns aspetos".

O Ministério da Educação angolano adianta que pretende ver refletido no acordo os vários aspetos "para que a realidade da linguística portuguesa de Angola possa ser retratada nas gramáticas contemporâneas".

"Certamente, a comunidade irá atender a esta necessidade do desenvolvimento linguístico de Angola, pois os Estados que a compõem são democráticos e atendem as recomendações das organizações regionais dos Estados Membros, como é o caso da Academia das Línguas Africana (ACALAN)", lê-se no documento.

Segundo a mensagem, a ACALAN, enquanto instituição da União Africana (UA), recomenda a conciliação dos fenómenos linguísticos, com vista à preservação da paz.

"Este é o percurso que Angola tem seguido, da promoção da paz, enquanto Estado Membro plurilingue e com necessidade de construir e de preservar o legado mais precioso, que é a paz", assevera.

Nesse sentido, prossegue-se no documento, Angola defende a elaboração de um vocabulário ortográfico nacional e a retificação de determinadas bases técnicas científicas para ratificar o Acordo Ortográfico na CPLP.

O acordo, em vigor desde 1990, foi ratificado apenas por Portugal, Brasil, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe. Angola mantém-se de fora por considerar haver aspetos a acertar no acordo.

As línguas bantu - mais de 600, embora os idiomas formem uma família de cerca de 1.500 línguas diferentes -, são faladas em mais de duas dezenas de países das Áfricas Ocidental, Central e Austral, incluindo Angola e Moçambique.

Banto, ou bantu, é um termo utilizado para se referir a um tronco linguístico, uma língua que deu origem a diversas outras maioritariamente no centro e sul do continente africano.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ