ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Ex-candidato presidencial Ciro Gomes lamenta falta de aproximação do Brasil a Portugal
Revista PORT.COM • 31-Mai-2019
Ex-candidato presidencial Ciro Gomes lamenta falta de aproximação do Brasil a Portugal



O ex-candidato às eleições presidenciais brasileiras Ciro Gomes lamentou, em declarações à agência Lusa, a «vassalagem» do Brasil a outros Estados, em detrimento de uma aproximação a Portugal e a outros países de língua portuguesa.

«O Brasil, infelizmente, está a rasgar tudo o que é obvio para se colocar como um vassalo do império estrangeiro e não guarda nenhuma coerência com os nossos próprios interesses. A nossa tradição é pan-americana, nós estamos nas Américas, mas não há nenhuma razão para que o Brasil celebre uma aproximação em que os interesses são antagónicos aos nossos, enquanto nega uma outra aproximação com interesses similares aos nossos, e cujas identidades culturais são muito mais fortes», disse Ciro Gomes, questionado pela agência Lusa sobre a atual aproximação do Governo de Jair Bolsonaro aos EUA.

O antigo governador do Ceará, candidato presidencial em 2018 pela terceira vez - pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), de esquerda - disse ainda que as «conexões afetivas e culturais» que ligam o Brasil aos países de língua portuguesa, deveriam ser tidas em consideração pelo novo executivo.

«O processo de aproximação global do Brasil deveria obedecer a alguns critérios que são muito óbvios, naturais e espontâneos. Ao mesmo tempo que atendemos conexões afetivas e culturais, podemos atender interesses pragmáticos, de comércio, e economia. Esses passos de aproximação, claramente nos apontam Portugal e as comunidade de língua portuguesa que se espalham pelo mundo, pela extraordinária liderança de Portugal, que atualmente ainda exerce sob o ponto de vista cultural», acrescentou o político, à margem das celebrações do centenário da comprovação - na localidade de brasileira Sobral (Ceará) e na ilha do Príncipe - da Teoria da Relatividade Geral do físico alemão Albert Einstein, durante um eclipse total solar.

Também outros políticos brasileiros, de diferentes quadrantes ideológicos, defenderam uma maior união entre países de língua portuguesa, em particular no ramo da ciência e tecnologia.

«Eu tenho conversado muito com vários embaixadores, e conversei também com Portugal, e sei inclusive que nos Açores estão a construir um centro de estudos oceânicos e também um centro de lançamento (de satélites), o que é bastante interessante. Espero que essa relação (entre o Brasil e países de língua portuguesa) continue, e cada vez mais forte», declarou à Lusa o ministro brasileiro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ