ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Programa Revive de recuperação e rentabilização de património histórico lusófono chega ao Brasil
Revista PORT.COM • 22-Jun-2019
Programa Revive de recuperação e rentabilização de património histórico lusófono chega ao Brasil



Portugal assina com o estado brasileiro da Bahia um protocolo do programa Revive que permitirá iniciar a recuperação e preservação de património público que esteja relacionado com a cultura lusófona.

Portugal assinou ontem, com o estado brasileiro da Bahia, um protocolo de cooperação para o desenvolvimento e implementação do programa Revive, destinado à recuperação de património histórico relacionado com a cultura lusófona.

O protocolo permitirá ao estado da Bahia “iniciar a recuperação, preservação e rentabilização de património público devoluto de elevado valor patrimonial, cultural e histórico que esteja relacionado com a cultura lusófona, promovendo a sua transformação num ativo económico, à imagem do que acontece com o Programa Revive em Portugal”, indicou à agência Lusa fonte oficial do Ministério da Economia.

Ao abrigo do protocolo – que foi assinado pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho e pelo seu homólogo do governo estadual da Bahia, Fausto Franco – Portugal vai colaborar com o estado brasileiro na identificação dos “imóveis-piloto” que vão integrar o programa Revive e “apoiar a elaboração de estudos de levantamento arquitetónico, avaliação ou memória histórica”.

O Revive, lançado pelo Governo em 2016, é um programa conjunto dos ministérios da Economia, da Cultura e das Finanças, que “abre o património ao investimento privado para desenvolvimento de projetos turísticos, através da realização de concursos públicos”, segundo a página oficial daquele programa na internet.

O programa pretende promover e agilizar os processos de rentabilização e preservação de património público que se encontra devoluto, tornando-o “apto para afetação a uma atividade económica com finalidade turística, gerar riqueza e postos de trabalho, promover o reforço da atratividade de destinos regionais, a desconcentração da procura e o desenvolvimento de várias regiões do país”, lê-se ainda no portal eletrónico do Turismo de Portugal.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
As vivências da emigração portuguesa nos palcos do teatro
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ