ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

2019PLPEX terá zona sobre cooperação entre a China e os países de língua portuguesa
Revista PORT.COM • 04-Out-2019
2019PLPEX terá zona sobre cooperação entre a China e os países de língua portuguesa



A Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2019 (2019PLPEX) vai contar com uma zona de exposição dos trabalhos da plataforma de cooperação entre a China e os países de língua portuguesa, segundo uma decisão aprovada em 2018, adiantou o IPIM (Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau) .

A decisão, aprovada no decurso da terceira reunião plenária da Comissão para o Desenvolvimento da Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, destina-se a divulgar os trabalhos desenvolvidos por esta comissão entre 2016 e 2019, no âmbito da aplicação do Plano de Acção e das várias medidas propostas pelo Governo Central na 5.ª Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)”, assim como a perspectiva para o futuro.

A 2019PLPEX, que continuará a realizar-se em simultâneo com a Feira Internacional de Macau (MIF, na sigla inglesa), contará com a participação de cerca de 250 empresas expositoras provenientes da China continental, dos oito países de língua portuguesa e das regiões de Hong Kong e Macau, as quais irão promover produtos alimentares, bebidas, comércio electrónico, tecnologia informática, produtos de necessidades diárias, artesanato, materiais de construção, artigos desportivos, entre outros.

Ao longo do evento vão ser realizados encontros de agentes e sessões de promoção, entre outras iniciativas, que servem como uma plataforma onde empresas oriundas de todas as partes do mundo possam estabelecer o contacto directo, além de criarem oportunidades de negócios podem divulgar o papel de Macau enquanto “Centro de Distribuição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa” e apoiarem os países de língua portuguesa na expansão de negócios para o mercado da China continental.

A par disso, serão organizados na feira diversos fóruns e seminários profissionais, incluindo o “Fórum de Jovens Empresários entre a China e os Países de Língua Portuguesa”, por forma a ajudar os empresários destes países a aproveitar as oportunidades de desenvolvimento na Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e a promover o crescimento da indústria financeira com características próprias de Macau.

A PLPEX tornou-se independente pela primeira vez em 2017, divulgando exclusivamente produtos e serviços dos países de língua portuguesa e reforçando o papel de Macau como plataforma entre a China e aqueles países.

A 2018PLPEX viu a área de exposição quase duplicada para seis mil metros quadrados, tendo no decurso dos três dias da PLPEX e da 23.ª MIF sido realizados em conjunto mais de 30 fóruns, reuniões e sessões de promoção, tendo sido celebrados 75 acordos e organizados mais de 400 encontros entre empresas.

 


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
ENTREVISTA
Luís Faro Ramos, Presidente do Camões I.P.
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ