ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Novo embaixador de Portugal em Angola deve tomar posse até à primavera
Revista PORT.COM • 06-Jan-2020
Novo embaixador de Portugal em Angola deve tomar posse até à primavera



O novo embaixador de Portugal em Angola, Pedro Maria Santos Pessoa e Costa, deverá tomar posse até ao início da primavera, no final de março, disse a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

«O novo embaixador em Luanda já foi nomeado por decreto do Presidente da República", disse a porta-voz, acrescentando que se seguem agora "os normais procedimentos de transferência e instalação», pelo que «é previsível que esses procedimentos se concluam até à primavera».

A exoneração de Pedro Pessoa e Costa do cargo de embaixador no Panamá e a colocação em Angola foi publicada em Diário da República em 30 de dezembro, mas o seu nome já estava a ser veiculado desde o verão passado.

Em setembro, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, anunciou a mudança em várias embaixadas, confirmando que Luanda e Praia seriam duas das capitais onde a representação diplomática portuguesa ia mudar.

«Em Angola, porque o atual embaixador termina o seu mandato e vai ser colocado em outro país igualmente importante, em Cabo Verde sucede o mesmo e em outros países também», disse então Santos Silva, sem especificar.

Confrontado então com os nomes dos diplomatas Pedro Pessoa e Costa, primeiro embaixador de Portugal no Panamá, como possível próximo titular em Angola, e do cônsul-geral em Paris, António Albuquerque Moniz, para assumir a missão diplomática em Cabo Verde, Santos Silva lembrou que a nomeação dos embaixadores é uma competência do Presidente da República, mediante proposta do Governo.

«Não posso por razões de respeito institucional confirmar essa informação. O processo está em curso, estive em Angola e verifiquei com agrado que as autoridades angolanas tinham dado o 'agrément' que pedimos de uma forma muito célere», disse.

«Quem nomeia os embaixadores é o Presidente da República e é o Presidente da República que, no fim de um processo relativamente demorado, publica o decreto. Sempre, por regra a proposta que é apresentada (…) é a que o Presidente da República está em condições de aprovar», acrescentou o ministro nas declarações aos jornalistas, em setembro.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
O Festival das Migrações, Culturas e Cidadania
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ