ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Gisela João cabeça de cartaz em festival de fado em Nova Iorque
Revista PORT.COM • 20-Fev-2017
Gisela João cabeça de cartaz em festival de fado em Nova Iorque



A jovem fadista vai ao encontro da vasta comunidade portuguesa no estado nova-iorquino.

Gisela João é a cabeça de cartaz no primeiro festival de fado de Nova Iorque, que acontece no próximo fim de semana, e inclui uma atuação do duo Beatbombers, a exibição de um filme, uma palestra e uma exposição.

“É sempre um prazer para mim cantar em qualquer lugar do mundo, principalmente sabendo que vou poder mostrar aquilo que há no nosso país, e que é tão forte culturalmente”, explicou a fadista à agência Lusa.

Gisela João, que já atuou em Newark mas nunca na cidade de Nova Iorque, considera que “é sempre bom haver festivais fora do nosso país, que mostrem aquilo que há cá, e que a nossa cultura esteja em primeiro plano.”

A organização do festival está a cargo de Isabel Soffer, uma produtora de música americana com mais de 20 anos de experiência, que foi responsável pela vinda de muitos fadistas aos EUA e pela sua estreia em Nova Iorque.

“Os concertos de fado em Nova Iorque são bastante populares entre a comunidade luso-americana e fora dela, por isso pareceu-me natural tentar elevar esta presença de eventos individuais para um festival que destaca o fado nas suas variadas formas”, explicou à Lusa a organizadora.

Isabel Soffer contactou o cônsul de Portugal em Newark, Pedro Oliveira, e fez uma parceria para organizar o festival, que tem o objetivo de acontecer todos os anos.

“Achava que havia pouco fado a vir para Nova Iorque e para os Estados Unidos. Com o fado no seu pico, com tanto novo talento, achei que era a altura certa para trazer todo este entusiasmo para a cidade e criar uma celebração anual que cria um fluxo constante de artistas”, explica a produtora.

Gisela João atua no dia 25 de fevereiro, no Schimmel Center, marcando a sua primeira presença em Nova Iorque, e será acompanhada por Ricardo Parreira, na guitarra portuguesa, Nelson Aleixo, na guitarra, e Francisco Gaspar, na viola baixo.

O concerto será antecedido por uma palestra com a investigadora Lila Ellen Gray, da universidade Dickinson College, da Pensilvânia, e por uma atuação de um trio de fado.

Na entrada do edifício, estará patente uma exposição do Museu do Fado, de Lisboa, que conta a história deste género musical.

O festival começa no dia 24 de fevereiro, no Sport Clube Português em Newark, com a exibição do filme “Fado, história de uma cantadeira”.

Lançado em 1948, o filme de Perdigão Queiroga tem Amália Rodrigues como protagonista e conta com a participação de atores como Vasco Santana ou Vergílio Teixeira.

O festival termina dois dias depois, no dia 26, com uma atuação do duo Beatbombers, constituído pelos DJs Ride e Stereossauro, no conhecido Joe’s Pub, em Manhattan.

A dupla portuguesa, que venceu em dezembro o campeonato mundial IDA World DJ, na categoria ‘show’, traz até Nova Iorque um novo ‘set’, com o título “Scratching Portuguese Roots”, que mistura música eletrónica com hip hop e fado.

“Para o próximo ano, planeamos ter mais eventos para oferecer uma visão ainda mais completa”, diz Isabel Soffer.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ