ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Moscovo vai ter exposição sobre os Descobrimentos portugueses
Revista PORT.COM • 28-Mar-2017
Moscovo vai ter exposição sobre os Descobrimentos portugueses



A exposição irá decorrer entre 08 de dezembro de 2017 e 25 de fevereiro de 2018.

Os Descobrimentos portugueses vão ser alvo de uma exposição nos Museus do Kremlin, em Moscovo, com mais de 200 peças provenientes de Portugal, da Rússia e de outros países.

De acordo com a página dos Museus do Kremlin, a exposição vai intitular-se 'Lords of the Ocean. Treasures of the Portuguese Empire of the 16th-18th centuries' e será a primeira ali realizada com esta temática.

Entre as obras provenientes de Portugal estarão peças do Museu da Fundação Oriente e do Museu Nacional de Arte Antiga, ambos em Lisboa.

Um cofre indiano em prata encastrada com madrepérola, um contador do Sri Lanka coberto de marfim, e uma taça goesa em prata e casca de coco - todas do século XVII - são algumas das peças que o Museu do Oriente vai ceder para a exposição em Moscovo.

As peças, segundo os Museus do Kremlin, "vão ajudar a demonstrar, por um lado, a magnificência da corte portuguesa, as tradições de navegação, ciência e cultura".

"Por outro lado, vão mostrar uma evidência vívida da influência mútua e das trocas culturais entre o poder metropolitano e os seus domínios na Índia, China, Japão, África e Brasil", realçam.

Portugal deteve "o primeiro império colonial do período moderno inicial, com um papel crucial na história mundial. Os portugueses foram pioneiros nas trocas de comunicação e na ligação da África e da Ásia com a Europa. Em resultado, as heranças do Ocidente e do Oriente misturaram-se, e surgiram peças de arte totalmente diferentes, únicas no seu impacto cultural", acrescenta o museu no texto sobre a exposição.

A primeira das duas secções da exposição vai mostrar a cultura e História de Portugal, com o foco na corte, na Igreja, no poderio naval, exibindo retratos de exploradores que desempenharam um papel importante nos Descobrimentos, joalharia, moedas, objetos de cerimónia, armas, mapas, instrumentos de navegação e livros dos séculos XVI e XVII.

A segunda secção apresenta peças criadas em diferentes países sob a influência da cultura portuguesa e da vida quotidiana nesses territórios.

A época dos Descobrimentos "testemunhou o inundar da Europa de materiais naturais exóticos e objetos de luxo que se tornaram um atributo indispensável nos tesouros europeus, e dos primeiros Gabinetes de Curiosidades", acrescenta o museu.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A sua atitude de confiança conta: não só com o vírus...
Susana Cor de Rosa
Consultora empresarial
Os efeitos do medo do coronavírus...
Daniel Bastos
Historiador
Novo Coronavírus provoca epidemia com desfecho imprevisível
Alfredo Martins
Internista e Coordenador do NEDResp
DISCURSO DIRETO
A Fundação ISS e o apoio na África Lusófona
Eulalia Devesa, Diretora da Fundação ISS Mais Um Sorriso
PORTUGAL
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ