ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Feira do Livro de Madrid dá a conhecer Língua e Cultura portuguesas
Revista PORT.COM • 25-Mai-2017
Feira do Livro de Madrid dá a conhecer Língua e Cultura portuguesas



Os reis de Espanha e o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, inauguram amanhã o certame que se realiza até 11 de junho no conhecido Parque do Retiro, próximo do centro de Madrid.

A Feira do Livro de Madrid, que este ano tem Portugal como país convidado, vai colocar a Cultura e a Língua portuguesas em "lugar de destaque", dando a conhecer muitos autores ainda desconhecidos do público espanhol.

"Há autores sagrados, como [José] Saramago, mas depois há outros desconhecidos que terão uma oportunidade única para ser divulgados e traduzidos" para espanhol, explicou o diretor da 76.ª edição da Feira do Livro de Madrid, Manuel Gil.

Para Manuel Gil, a cultura portuguesa vai ser "protagonista" da feira deste ano, um evento que em 2016 foi visitado por cerca de 2,4 milhões de pessoas e que teve um volume de negócios de 8,2 milhões de euros.

"Queremos conhecer ainda melhor os autores portugueses", insistiu Manuel Gil, acrescentando que a escolha de Portugal se deveu não só à importância da cultura e do património portugueses, mas também à proximidade geográfica entre os dois países.

Portugal sucede a França, como país convidado, e o "ambicioso programa português conjuga o clássico com o mais moderno e representativo", incluindo nomes como Nuno Júdice, Gonçalo M. Tavares, Daniel Faria, Afonso Cruz, João de Melo ou José Luís Peixoto.

A feira também irá "recordar" nomes das letras portuguesas como Eça de Queiroz, Fernando Pessoa, Sophia de Mello Breyner, José Saramago, Manuel António Pina, Maria Gabriela Llansol ou Ruy Belo.

O filósofo, ensaísta, professor e intelectual português Eduardo Lourenço será responsável pela abertura, na sexta-feira, do programa de atividades da feira, com uma conferência realizada na sessão inaugural.

No mesmo dia, haverá uma sessão de apresentação do livro "Húmus", de Raul Brandão, com a participação dos escritores e professores universitários Nuno Júdice e Maria João Reynaud, e a presença do presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, no Pavilhão de Portugal, na feira.

No mesmo local, haverá também uma leitura teatralizada de textos de autores portugueses da responsabilidade do Arte Institute, de Nova Iorque.

A leitura, organizada pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), será feita em português e em castelhano pelos próprios autores e personalidades presentes, entre as quais Pilar del Rio, e será intercalada com momentos de música.

Ainda na sexta-feira, na Biblioteca Nacional de Espanha, os ministros da Cultura de Portugal e de Espanha vão entregar, à presidente da Fundação José Saramago, Pilar del Rio, o prémio luso-espanhol de Arte e Cultura 2016.

A programação inclui uma extensa lista de eventos durante os quase 20 dias em que feira vai estar aberta, das 11H00 às 21H30, com três horas de descanso durante o período de maior calor, da parte da tarde.

Entre as iniciativas conta-se a conferência "Liberdade imprensa: Expresso e El País, dois casos de sucesso", com Francisco Pinto Balsemão e Juan Luis Cebrián, que terá lugar em 07 de junho.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ