ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Ginasta da Maia é a primeira portuguesa a integrar o Cirque du Soleil
Revista PORT.COM • 02-Ago-2017
Ginasta da Maia é a primeira portuguesa a integrar o Cirque du Soleil



Até aos 9 anos, Jessica Correia quis ser veterinária, depois enveredou pela ginástica acrobática, num sonho que ganha dimensões planetárias a partir de sábado quando se tornar a primeira ginasta portuguesa a integrar o Cirque du Soleil.

A maior companhia de circo do mundo e o espetáculo Varekai passam a contar, a partir de sábado com a 'Jessy', que aos 18 anos salta do Acro Clube da Maia (ACM) para Montreal, no Canadá, consumando o sonho que ganhou vida em si quando em 2011 viu o espetáculo Varekai em Lisboa.

"Naquela altura soube o que queria para a minha vida", disse a n.º 1 do 'ranking' mundial de ginástica acrobática em 2016.

Foi precisamente nesse ano que o destino a fez cruzar-se com dois treinadores do Cirque du Soleil, Caitlan Maggs e Alexey Karuline, estiveram no ACM.

"Eles estiveram cá uma semana a treinar com a nossa classe de elite e um deles sugeriu que eu fizesse um 'casting' e vídeos", explicou Jessy, relatando um processo de candidatura que virou contrato no dia a seguir a mais um espetáculo Varekai, este ano, em Lisboa.

"Em janeiro fui ver a Lisboa o Varekai e, no dia seguinte, recebi o contrato para o espetáculo", explicou a jovem que no sábado vai cruzar o oceano Atlântico para uma aventura, para já com prazo até 31 de dezembro de 2017.

Uma vez em Montreal, nos 20 dias seguintes Jessy estará em formação para "aprender a parte artística, técnica, dos fatos e da maquilhagem" após o que vai "juntar-se à trupe para começar a trabalhar a sua participação no espetáculo".

Com presenças nos Campeonatos do Mundo de Ginástica Acrobática de 2014 e 2016, Jessy tem a sua estreia no espetáculo Varekai prevista para 20 de setembro, em Riga, capital da Letónia.

"Até lá, acompanharei a trupe nos espetáculos na Noruega, Suécia e Estónia mas, apenas para treinar e me ambientar com tudo aquilo", explicou a jovem da Maia, que mede 1,45 metros e pesa 38 quilogramas.

E com a trupe a "tratar de toda a logística necessária" Jessy sabe que ser a primeira ginasta portuguesa é "uma grande responsabilidade e orgulho" pois, afirmou, está "onde muitas queriam estar", baseando-se nisso "para ganhar forças para se separar da mãe e do irmão".

A obrigatoriedade de ter de abdicar dos estudos enquanto durar o contrato não lhe retira a determinação pela formação superior e pensa fazer bioengenharia caso o contrato não seja renovado.

"Estou em contagem decrescente", confirma, por entre um sorriso envergonhado, ao mesmo tempo que confirma "não lidar muito bem com o frio" que vai encontrar no Canadá e nas digressões pelo norte da Europa.

Dadas as suas características acrobáticas, Jessy vai atuar na parte do 'Slippery Surface" do espetáculo Varekai, que conta a história de um jovem solitário que cai do céu para viver uma história de descoberta e encantamento.

Assim espera Jessy seja também essa a sua história, chegando do céu, solitária, para a descoberta do seu sonho que começa aos 18 anos.

Diogo Faria e Rui Paixão foram outros portugueses que já integram a companhia circense.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
A relação entre Portugal e a sua Diáspora...
José Luís Carneiro
Implicações políticas da participação eleitoral nas comunidades
Paulo Pisco
Deputado do PS
Porque não te calas?
José Caria
Diretor-Adjunto PORT.com
DISCURSO DIRETO
ENTREVISTA
Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades
PORTUGAL
ENTREVISTA
António Saraiva, Presidente da CIP
PORTUGAL
ENTREVISTA
Luís Faro Ramos, Presidente do Camões I.P.
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ