ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Viana do Castelo quer Traje à Vianesa elevado a Património Nacional
Revista PORT.COM • 19-Ago-2017
Viana do Castelo quer Traje à Vianesa elevado a Património Nacional



O presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, anunciou que vai candidatar o Traje à Vianesa a Património Nacional, classificação que justificou com a "autenticidade, beleza e simbolismo" do primeiro traje certificado do país.

O autarca socialista, que falava no salão nobre da autarquia durante a tradicional receção às mordomas que participam no desfile da Mordomia, número emblemático da Romaria d'Agonia, revelou "já ter informado o ministro da Cultura dessa intenção", acrescentando que o município "vai agora preparar a respetiva candidatura".

A certificação do traje à Vianesa, com origem no século XIX, foi publicada em Diário da República no final de 2016.

O processo foi adjudicado pela câmara municipal em maio de 2013 à Associação "Portugal à Mão". O pedido de registo foi formalizado pela Câmara de Viana do Castelo em junho de 2015. Na ocasião, o executivo justificou a decisão de certificar o traje com a necessidade de evitar a "confusão" e a "apropriação" do mesmo por outras regiões.

Em fevereiro passado, foi apresentado o Caderno de Especificações do Traje à Vianesa. Trata-se de "um instrumento onde estão definidas as caraterísticas do Traje à Vianesa e listados, fundamentando, todos os parâmetros que pesaram para a sua certificação.

Entre esses parâmetros constam um nome que identifique o produto e que, neste caso, terá derivações, referenciais histórico-geográficos que contextualizem a ocorrência e a continuidade da produção, a caracterização do produto desde a forma, dimensões, padrões, cores e desenhos predominantes), as matérias-primas utilizadas, modos de produção (técnicas, saberes, ferramentas e equipamentos).

O traje assume-se como um símbolo tradicional da região, nas suas várias formas, consoante a ocasião e o estatuto da mulher. Em linho e com várias cores características, onde sobressai o vermelho e o preto, foi utilizado até há cerca de 120 anos pelas raparigas das aldeias em redor da cidade de Viana do Castelo.

O desfile da Mordomia representa o momento em que os diferentes trajes das freguesias de Viana do Castelo se encontram e mostram, de uma só vez à cidade.

Estima-se em cerca de 14 milhões de euros, o valor das centenas de quilos de peças de ouro usadas pelas mordomas naquele desfile, que coloriu a cidade com os vermelhos, verdes e amarelos dos típicos e garridos trajes das diferentes freguesias.

Não faltam também os fatos de noiva de cor preta. Neste número, algumas das mulheres chegam a carregar dezenas de quilos de ouro, reunindo as peças de famílias e amigos num único peito, simbolizando a "chieira" (termo minhoto que significa orgulho) e outrora o poder financeiro das famílias.


Etiquetas

Partilhar

OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ