ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Museu dos Coches evoca partida da familia real para o Brasil em 80 obras
Revista PORT.COM • 25-Nov-2017
Museu dos Coches evoca partida da familia real para o Brasil em 80 obras



Uma exposição com 80 obras de vários museus vai evocar, a partir de quarta-feira, no Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, a partida da família real portuguesa para o Brasil, marcando o período da transferência da capital portuguesa.

De acordo com o Museu dos Coches, a exposição, que é inaugurada no dia 29 de novembro e abre ao público no dia seguinte, pretende seguir a viagem que transferiu pela primeira vez a capital de um Estado europeu para fora dos limites continentais.

"Partida da Família Real para o Brasil - 1807" é o título desta exposição cujo ponto de partida é a pintura de Nicolau Delerive - que faz parte do acervo do Museu Nacional dos Coches - representando o embarque em Belém a 29 de novembro de 1807, da família real portuguesa para o Brasil.

Será também recordada a estadia da Corte Real no Rio de Janeiro entre 1808 e 1821, o contraste entre culturas e o desenvolvimento económico e político desta ex-colónia que, a partir de 1815, foi elevada a Reino Unido ao de Portugal e dos Algarves, tornando-se depois independente.

A exposição conta com cerca de 80 obras provenientes de várias instituições da cultura, nomeadamente do Museu da Marinha, do Museu Nacional de Etnologia, dos Palácios Nacionais de Queluz e da Ajuda, do Museu de Lisboa, do Museu Frei Manuel do Cenáculo de Évora, do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, e da Biblioteca Nacional de Portugal.

Participam também com peças cedidas a Sociedade de Geografia de Lisboa, o Museu de História Natural e da Ciência, o Arquivo Histórico-Ultramarino, Biblioteca da Ajuda, e o próprio Museu Nacional dos Coches.

Na antecâmara da sala de exposições temporárias são ainda apresentados trabalhos fotográficos de grande formato, do artista brasileiro Rafael d'Alò, que introduzem o público no ambiente tropical.

Organizada por este museu e comissariada por Silvana Bessone, diretora da entidade, e Carlos Bártolo, com investigação científica de Maria Adelina Amorim, a exposição conta com o apoio mecenático do Millennium BCP e da Companhia de Seguros Lusitânia.

A exposição, com o Alto Patrocínio do Presidente da República, estará patente no Museu Nacional dos Coches até 03 de junho de 2018.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Joe Silvey, um pioneiro da sociedade multicultural no Canadá
Daniel Bastos
Historiador
Sejam muito bem-vindos. Os Açores contam consigo!
Vítor Fraga
CEO da SDEA
As comunidades e a limpeza das matas
Paulo Pisco
Deputado do PS
DISCURSO DIRETO
Angola aqui e agora
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
«A lusofonia é o instrumento privilegiado de afirmação dos povos»
Vitor Ramalho
PORTUGAL
«Apostou-se muito no combate e pouco na prevenção»
Miguel Freitas
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ