ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Orquestra da Universidade de Coimbra estreia-se no fim de semana
Revista PORT.COM • 23-Set-2016
Orquestra da Universidade de Coimbra estreia-se no fim de semana



A orquestra, composta maioritariamente por alunos e ex-alunos da instituição, tem a sua primeira atuação no domingo, com um repertório completamente português.

A Orquestra Académica da Universidade de Coimbra (OAUC), que junta 68 músicos, está em estágio desde 18 de setembro, em horário pós-laboral, preparando numa semana “intensa e desgastante” o concerto de domingo, no Teatro Académico de Gil Vicente, onde serão tocadas obras dos compositores portugueses Joly Braga Santos, Frederico de Freitas e Sérgio Azevedo.

O objetivo desta nova formação seria juntar nos diferentes naipes da orquestra alunos, ex-alunos, docentes e funcionários da instituição, mas até agora a maioria dos que compõem o conjunto são estudantes, notou Daniel Chichorro, da OAUC.

No entanto, a criação da orquestra já permitiu constatar que “há por aí muitos músicos desconhecidos e isso é uma vitória deste projeto”, sublinhou, referindo que a qualidade dos instrumentistas que apareceram, após a abertura das inscrições, superou as expectativas da organização.

Para Daniel Chichorro, o concerto de domingo é o concretizar de um projeto da Tuna Académica da Universidade de Coimbra (TAUC), que chegou a ser tido “por muitos como impensável ou utópico”.

A OAUC foi criada em junho, numa parceria entre a Universidade de Coimbra e a TAUC, contando com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e do Instituto Português do Desporto e Juventude.

Cerca de 70% dos músicos que compõem os diversos naipes da orquestra são atuais estudantes da Universidade, sendo que os restantes são do Politécnico de Coimbra, do Conservatório e alguns são ex-alunos, disse à agência Lusa o presidente da TAUC, Ricardo Peres.

Antonieta Dias, de 68 anos, médica no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), é a instrumentista mais velha da formação, tendo ingressado na orquestra depois de ter participado na TAUC quando era estudante.

“Não é a idade que importa. É o espírito e o ambiente que se vive aqui que conta”, afirmou.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Macau: uma oportunidade ainda a descobrir
Alberto Carvalho Neto
Presidente da AJEPC
A importância da participação eleitoral nas comunidades
José Luís Carneiro
SECP
4 pilares para a prevenção de Alzheimer
George Perry
Diretor da Fac. de Ciências da Univ. do Texas
DISCURSO DIRETO
A preservação da memória e identidade da emigração portuguesa na toponímia
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Portugal a votos
José Caria, Diretor-Adjunto da PORT.com
PORTUGAL
Lusos em Luanda
Jack Soifer, Consultor Internacional
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ