ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

29.ª Edição do Festival de Artes de Macau promove 'Significado da vida'
Revista PORT.COM • 13-Abr-2018
29.ª Edição do Festival de Artes de Macau promove 'Significado da vida'



O Festival de Artes de Macau (FAM), evento anual organizado pelo Instituto Cultural, que se realiza este ano entre 27 de abril e 31 de maio, tem como objetivo promover a vida cultural e artística na comunidade.

A edição de 2018 tem como mote a “origem” e explora um variado leque de tópicos, através de diferentes expressões artísticas, de maneira a expandir o pensamento do público, onde se pretende simbolizar a “fonte da vida” e relembrar o seu verdadeiro significado.

"O FAM destina-se, desde a sua criação, à promoção ativa da atividade artística local, proporcionando oportunidades de atuação para os artistas e grupos locais, através da organização de uma série de espetáculos e exposições de grande escala", refere a organização.

Este ano o evento reúne 26 espetáculos e exposições em sete categorias, divididas em “Destaques Temáticos: Origem”, “Inovadores: Colaboração” , “Criações Interdisciplinares: Teatro”, “Entretenimento Familiar”, “Essência da Tradição”, “Música” e “Exposições”, onde se unem excelentes produções internacionais, nacionais e locais.

Na categoria “Criações Interdisciplinares: Teatro”, o FAM apresenta esta arte em vários formatos, incluindo o teatro experimental. Parasomnia, da artista portuguesa, Patrícia Portela, vai realizar-se entre dia 2 e 6 de maio, na Casa do Mandarim, e transforma este ícone do património de Macau, em várias divisões, incluindo sala de estar, quarto, casa de banho, sala de leitura e sala-mistério. A performance apresenta-se como um teatro imersivo com recurso a instalações de imagens e sons, onde leva os espetadores a refletirem nas suas relações com o seu verdadeiro eu, corpo, estado psicológico e sociedade, através de artes visuais, poemas e sugestões interativas.

Patrícia Portela é uma escritora e artista multimédia portuguesa, ativa nos círculos de arte contemporânea de Portugal e da Bélgica, e com muita experiência em cenografia, imagem, literatura e filosofia. Em Portugal, os seus trabalhos já receberam prestigiantes prémios, como o Prémio Acarte/Maria Madalena de Azeredo Perdigão da Fundação Gulbenkian, e foi uma das cinco finalistas do prémio Sonae Media Art.

A 29.ª edição do Festival de Artes de Macau conta com o apoio da Direção dos Serviços de Turismo, TDM – Teledifusão de Macau, S.A., Companhia de Transportes Aéreos Air Macau, S.A.R.L. e MGM Macau.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Significado das próximas eleições para a Assembleia da República
Paulo Pisco
Deputado do PS
Incêndios rurais: prevenir é mesmo o melhor remédio
Miguel Freitas
Sec. de Estado das Florestas
Por um regresso seguro a casa
José Artur Neves
Sec. de Estado da Proteção Civil
DISCURSO DIRETO
Monumentos ao emigrante em Portugal
Daniel Bastos, Historiador
PORTUGAL
Defesa de nova visão sobre as comunidades portuguesas
José Luís Carneiro
PORTUGAL
Um eterno e constante devir....
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ