ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Sabe por que razão existe o Dia do Trabalhador? E por que é feriado?
Revista PORT.COM • 01-Mai-2018
Sabe por que razão existe o Dia do Trabalhador? E por que é feriado?



O Dia do Trabalhador surgiu para homenagear a luta de trabalhadores por melhores condições de trabalho. Damos-lhe a conhecer alguns factos que geram curiosidade.

A data qem que é celebrado o Dia do Trabalhador (ou Dia do Trabalho) remonta ao ano de 1886, numa época em que os trabalhadores chegavam a trabalhar entre 12 a 18 horas por dia.

Foi com o objetivo de lutar pelas oito horas de trabalho diárias que, no dia 1 de maio de 1886, milhares de trabalhadores saíram às ruas de Chicago, nos Estados Unidos da América, numa manifestação pacífica, exigindo a redução da carga horária e melhores condições de trabalho.

Os danos provocados pela manifestação originaram a expressão “Os Mártires de Chicago” que ainda hoje é utilizada para descrever a luta dos trabalhadores pelos seus direitos.

Só em 1889 o Congresso Operário Internacional, em Paris, decidiu que o primeiro dia de maio passaria a ser o Dia do Trabalhador em homenagem aos “Mártires de Chicago”, e só em 1890, os trabalhadores americanos conseguiram alcançar a sua meta das 8 horas de trabalho diárias. Nos Estados Unidos, o Dia do Trabalhador celebra-se na primeira segunda feira de setembro.

 

Dia do Trabalhador em Portugal 

Em Portugal, durante o Estado Novo, as manifestações no Dia do Trabalho (e não do Trabalhador) eram organizadas e controladas pelo Estado.  Só a partir de 1974 (o ano da Revolução dos Cravos) é que se passou a comemorar publicamente o 1º de Maio.

O primeiro 1º de Maio celebrado em Portugal foi a maior manifestação alguma vez organizada no país, depois do 25 de Abril. Só na cidade de Lisboa juntaram-se mais de meio milhão de pessoas. Para muitos, foi a forma dos portugueses demonstrarem a sua adesão ao 25 de Abril, que uma semana antes restituía ao país a democracia.

No entanto, só a partir de maio de 1996 é que os trabalhadores portugueses passaram a trabalhar oito horas por dia. 

 

Curiosidades do dia 1 de maio:

  • O 1 de maio nasceu num protesto em Chicago. Os trabalhadores revoltados com o seu horário que chegava a 18 horas diárias exigiam: "Oito horas de trabalho, oito horas de lazer e oito horas de repouso".
  • Além da diminuição da carga horária, os trabalhadores também exigiam descanso semanal remunerado e um período anual de férias, direitos trabalhistas que ainda não existiam na época.
  • Os organizadores das manifestações foram denominados Mártires de Chicago. No monumento erguido a eles, estava o seguinte epíteto: “Um dia nosso silêncio será mais forte que as vozes que hoje vocês estrangulam”.
  • Mesmo sendo um feriado nacional no Brasil, a Bahia ficou 55 anos sem comemorar a data porque os governantes acreditavam que era uma contradição não trabalhar no dia do Trabalho.
  • Em 1940, o presidente brasileiro Getúlio Vargas utilizou o 1.° de maio para anunciar o novo salário mínimo. Em 1941, a data foi usada para marcar a criação da Justiça do Trabalho, que visava resolver os conflitos existentes entre os trabalhadores e seus patrões.

  

Factos que marcaram o dia 1 de maio ao longo dos anos:

  • 1500: Pedro Álvares Cabral tomou posse da Ilha de Vera Cruz (atual Brasil), em nome do Rei de Portugal;
  • 1707: passou a vigorar o Tratado de União, que transformou os reinos da Inglaterra e da Escócia em Reino Unido;
  • 1786: a ópera ‘As Bodas de Fígaro’, de Mozart, estreou em Viena, Áustria;
  • 1834: foi abolida a escravatura nas colónias inglesas;
  • 1872: dia de nascimento do quarto Presidente da República Portuguesa, Sidónio Pais;
  • 1960: iniciou-se uma crise diplomática entre antiga União Soviética e os EUA, com o abate do U2, um avião espião norte-americano, pilotado por Francis Gary Powers;
  • 1994: o automobilismo sofre uma grande perda com a morte do brasileiro Ayrton Senna, no Grande Prémio de San Marino;.
  • 2004: a União Europeia cresceu, com a entrada de mais 10 países: República Checa, Hungria, Chipre, Eslováquia, Polónia, Eslovénia, Estónia, Letónia, Lituânia e Malta.
  • 2011: beatificação do Papa João Paulo II, exatamente no mesmo dia em que Barack Obama disse “We got him”, referindo-se à captura e morte do terrorista Osama Bin Laden, numa operação norte-americana realizada no Paquistão.

Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
Cultura é a nossa marca distintiva
Graça Fonseca
Ministra da Cultura
Estudo pioneiro em Portugal
David Lopes
Administrador da FFMS
Mare Nostrum
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
DISCURSO DIRETO
A comunidade portuguesa na Austrália
Daniel Bastos, historiador
PORTUGAL
Felicidade? Lusodescendentes em Nova Iorque
Jack Soifer, Consultor internacional
PORTUGAL
A todas as mães emigrantes: «Ser mãe fora de Portugal é…»
Susana Morais
FRANÇA
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ