ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Região espanhola da Extremadura consolida ensino da língua portuguesa
Revista PORT.COM • 17-Mai-2018
Região espanhola da Extremadura consolida ensino da língua portuguesa



Portugal e o Governo da comunidade espanhola da Estremadura assinaram esta semana, em Mérida, um memorando de entendimento para consolidar o ensino do português como segunda língua estrangeira no sistema educativo não universitário daquela região.

Segundo a Embaixada de Portugal em Madrid, o memorando vai permitir o desenvolvimento de «iniciativas transfronteiriças em matéria de formação, ensino, aprendizagem e promoção das línguas e das culturas portuguesa e espanhola no âmbito não universitário nesta Comunidade Autónoma».

O português como língua estrangeira é atualmente ensinado na Extremadura em 96 centros educativos a cerca de 15.000 alunos do Ensino Básico e Secundário e a 1.674 das nove Escolas Oficiais de Idiomas existentes na Comunidade Autónoma, segundo dados do ministério regional para a Educação e Emprego da Junta (Governo regional).

«Com este novo passo reforçamos a presença do ensino do português como língua estrangeira na Comunidade Autónoma da Extremadura, definindo a sua aprendizagem como elemento central do currículo escolar estremenho», refere a embaixada portuguesa.

O memorando visa «contribuir para a crescente aproximação» entre Portugal e a Comunidade da Extremadura, mediante a promoção de intercâmbios educativos e culturais no âmbito de programas europeus ou iniciativas transfronteiriças.

O acordo também irá incentivar a realização de ações formativas que promovam a qualidade do ensino ministrado e a troca e difusão de boas práticas e experiências na área do ensino não universitário.

Por outro lado, é reconhecida «a importância crescente da língua portuguesa como língua oficial e de trabalho nas organizações internacionais, bem como o seu valor».

O memorando de entendimento foi assinado pelo embaixador de Portugal em Madrid, Francisco Ribeiro de Menezes, em representação do presidente do Instituto Camões, e pela conselheira (ministra regional) da Educação e do Emprego, María Esther Gutiérrez Morán, numa cerimónia que contou com a presença do presidente da Junta da Extremadura, Guillermo Fernández Vara.

Este compromisso substituiu um outro assinado em 2009 e completou uma série de acordos semelhantes que Portugal já tem com as regiões espanholas da Galiza e da Andaluzia, estando prevista a assinatura de um memorando idêntico com Castela-e-Leão, com o objetivo de completar o arco das comunidades autónomas que fazem fronteira com Portugal.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
InPortugal 2020 Paris quer desenvolver nova rede de embaixadores
Ricardo Simões
Diretor do InPortugal
Pacto Ecológico Europeu – uma primeira avaliação
Francisco Ferreira
Presidente da Direção da ZERO
Nação luso-brasileira
Igor Pereira Lopes
Jornalista e escritor
DISCURSO DIRETO
«Cada vez faz menos sentido falar de emigração»
José Cesário, Deputado do PSD
PORTUGAL
O Projeto de Mobilidade na CPLP
Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios estrangeiros
PORTUGAL
O Devir da Lusofonia
Isabelle de Oliveira, Investigadora
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ