ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Filme de Leonel Vieira chega às salas do Brasil
Revista PORT.COM • 24-Mai-2018
Filme de Leonel Vieira chega às salas do Brasil



O filme de Leonel Vieira, “Alguém Como Eu” estreia esta quinta feira em cerca de 150 salas no Brasil. A comédia romântica do realizador português foi filmada entre o Rio de Janeiro e Lisboa, e chegou às salas nacionais em Outubro de 2017.

O cineasta português encontra-se em São Paulo a preparar o lançamento deste filme, que junta a atriz brasileira Paolla Oliveira e o ator Ricardo Pereira, nos principais papéis.

Gravado entre Lisboa e o Rio de Janeiro, Alguém Como Eu conta, também, com alguns dos mais prestigiados atores portugueses e brasileiros: José Pedro Vasconcelos, Sara Prata, Júlia Rabello (Porta dos Fundos) e Arlindo Lopes, e o ator português José Martins e com a participação especial de Paulo Pires, Eduardo Madeira, Manuel Marques, Dânia Neto ou da fadista Mariza.

A distribuição é assegurada pela PARIS FILMES, uma das maiores distribuidoras para o mercado brasileiro. Está ainda assegurada a emissão deste filme no circuito de TV, através de uma parceria com a Telecine, a maior rede de canais de cinema do Brasil.

Sem subsídios do Instituto de Cinema de Portugal, este é o primeiro filme luso-brasileiro numa coprodução Stopline | Gullane, onde cada parte participa com 50% do financiamento.

A produtora brasileira produziu mais de 40 longas-metragens, algumas em parceria com estúdios americanos, como WARNER, SONY, DISNEY, FOX e UNIVERSAL. Os filmes da GULLANE já estiveram 15 vezes na seleção nos maiores festivais do mundo, como CANNES, VENEZA, BERLIN e SUNDANCE. Em 2017, BINGO - O REI DAS MANHÃS, foi escolhido para representar o Brasil na corrida ao OSCAR de melhor filme estrangeiro e também para melhor filme latino americano nos prémios GOYA.

Leonel Vieira assinou trabalhos como Ballet Rose, série da RTP, e Mustang, telefilme da SIC, em 2000, e foi responsável pela realização das novas versões dos clássicos O Pátio das Cantigas, o filme com mais espectadores em sala na história do cinema português, e O leão da Estrela. O realizador produziu ainda A Canção de Lisboa.


Etiquetas
Partilhar

NOTÍCIAS RELACIONADAS
OPINIÃO
Portugal hoje, um país que incentiva ao regresso
Paulo Pisco
Deputado do PS eleito pelos portugueses na Europa
De olhos postos em África com uma estratégia de futuro
Peter Dawson
Presidente do grupo Garland
Não há tempo para se perder tempo!
Vítor Ramalho
Secretário-Geral da UCCLA
DISCURSO DIRETO
O português que ajudou a 'erguer' as memórias do World Trade Center
Luís Mendes, arquiteto
ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
«Mobilidade no espaço da lusofonia é um dos maiores desafios»
Teresa Ribeiro, SENEC
PORTUGAL
The last man on the moon
José Caria, diretor-adjunto da PORT.COM
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ