ÚLTIMAS
NOTÍCIAS

Marias Paperdolls, as bonecas portuguesas que estão a ‘conquistar’ o Japão
Revista PORT.COM • 01-Jun-2018
Marias Paperdolls, as bonecas portuguesas que estão a ‘conquistar’ o Japão



Depois de 'desfilarem' pela Europa, as bonecas de papel da artista plástica portuguesa Cláudia Nair Oliveira entram no mercado japonês.

As Marias Paperdolls, projeto da artista plástica Claudia Nair Oliveira, já estiveram em países como Espanha, França, Itália, Bélgica, Canadá, Áustria, Dinamarca e, agora, querem ‘conquistar’ o Japão. Azulejaria portuguesa, filigrana e as orientais gueixas são os temas que as bonecas de papel vão 'vestir' na sua apresentação ao mercado japonês.

O lançamento concretiza-se através da exposição "Interior Lifestyle", que está a decorrer em Tóquio. A participação resulta de uma parceria de colaboração entre a Associação Selectiva Moda, a marca de Valongouro e o escultor portuense, Victor Escaleira.

Através das inúmeras, variadas e criativas ilustrações, as Marias Paperdolls contam histórias, são rosto de causas e voz de mensagens pelo mundo.

Inspirada nas tradições da sua terra Natal – Valongo –, Cláudia Nair Oliveira começou por retratar as tradições da terra do biscoito, da regueifa, da ardósia e do brinquedo. Criou, também, uma coleção inspirada na Bugiada e Mouriscada, tradição de Sobrado (Valongo), exposição que levou a vários espaços no distrito do Porto.  

As Marias vestiram, ainda, os trajes minhotos de Viana do Castelo, e foram personalidades como Frida Khalo ou Maria Madalena, temas que apresentou, também, em várias exposições.

Depois de uma coleção de Marias com trajes portugueses, seguiu-se uma outra inspirada na obra da poetisa Florbela Espanca.

Foi com a coleção Marias – Por todas as Meninas e Mulheres - criada no âmbito da campanha de denúncia de violência e discriminação sobre o género feminino “Continuamos à Espera”, que o projeto artístico ganhou uma nova dimensão, marcando o lançamento das bonecas pelo mundo.

Seguiram-se outras coleções, como As Mulheres e a Música, onde vestiu as suas bonecas de divas do palco, ou as Mulheres de Negro inspiradas na pesca, no mar e no vinho.


Etiquetas
Partilhar

OPINIÃO
O retrato dos votos da emigração
José Caria
Diretor-adjunto da PORT.COM
Momentos de partilha
Nuno Pinto Magalhães
Diretor de Relações Internacionais da SCC
O acervo bibliográfico sobre a emigração portuguesa
Daniel Bastos
Historiador
DISCURSO DIRETO
Dia de Portugal e 5.º aniversário da Revista PORT.COM
Marcelo Rebelo de Sousa
PORTUGAL
Língua portuguesa, um passaporte para o presente e para o futuro
Luís Faro Ramos, pres. do Camões I.P.
PORTUGAL
Função de grande responsabilidade e relevância social
José Luís Carneiro, SEC
PORTUGAL
REDES SOCIAIS
GALERIA DE FOTOS
QUIZ